Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Serão destinados R$ 231,7 bi para habitação, 31,5 bi para saneamento, R$ 32 bi em infraestrutura urbana e R$ 6 bi em operações consorciadas

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vai investir mais de R$ 301 bilhões nos próximos quatro anos (2016/19) nas áreas de habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana. A habitação popular receberá R$ 231,7 bilhões. A área de saneamento ficará com 31,5 bilhões. A infraestrutura urbana contará com R$ 32 bilhões. As operações consorciadas, que envolvem ações conjuntas nessas três áreas, receberão 6 bilhões. O orçamento do FGTS foi aprovado na terça-feira (27) pelo Conselho Curador do FGTS, em reunião presidida pelo ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto.

Para 2016, o Conselho aprovou um total de R$ 83 bilhões em investimento nas três áreas, sendo R$ 62 bilhões para habitação popular, outros R$ 7,5 bilhões em saneamento básico, R$ 12 bilhões em infraestrutura urbana e R$ 1,5 bilhão em operações urbanas consorciadas que envolvem as três áreas. Em 2015, o orçamento aprovado pelo Conselho foi de R$ 76 bilhões, alcançando com novos aportes durante o ano, um total de R$ 87 bilhões.

Rossetto ressaltou que poucos fundos aprovam um orçamento desse porte. “É um fato importante. São R$ 83 bilhões para esse ano e R$ 302 bilhões no quadriênio (2016/19) que serão destinados a setores essenciais, como habitação, saneamento básico e infraestrutura urbana, investimentos fundamentais para o crescimento do País”, frisou o ministro.

Asimp/MTPS

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL