Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O período de isolamento social pode ser um aliado para colocar o imposto em dia e até praticar a solidariedade

A entrega da Declaração do Imposto de Renda (IR) vai até o dia 30 de abril. Segundo dados divulgados na última segunda-feira (30), até o momento foram recebidas 8,01 milhões de declarações, o que corresponde a apenas 23,45% do total das 32 milhões de declarações esperadas.

Além de ser um dever, a declaração também pode ser uma oportunidade de praticar a solidariedade sem gastar um centavo a mais por isso. Os contribuintes que optam pelo modelo completo podem destinar até 3% para diversas instituições sociais, valor que já seria pago ao governo de qualquer maneira. “A destinação garante que as pessoas possam acompanhar o projeto escolhido, doar e ver como e onde o seu dinheiro foi empregado. É importante lembrar que esse valor retorna para o contribuinte na restituição”, explica Rodolfo Schneider, gerente de Captação de Recursos e Marketing do Marista Escolas Sociais.

Site ensina passo a passo de como doar

No período de proliferação do coronavírus (Covid-19), aqueles que estão realizando suas atividades em casa podem aproveitar o momento para fazer a declaração. Com a intenção de facilitar e explicar o passo a passo para efetuar uma doação via Imposto de Renda, o Marista Escolas Sociais, que atende mais de 7.700 crianças, adolescentes e jovens em 20 Escolas e Unidades Sociais, preparou um site detalhando todas as etapas. Ao acessar impostosolidario.org.br, o contribuinte pode entender todos os processos e conhecer instituições que poderão ser beneficiadas.

Educação é uma das áreas beneficiadas

Um dos projetos disponíveis para receber os recursos via Imposto de Renda é o “Educação – O futuro é para todos”, que beneficia mais de 2 mil crianças, adolescentes e jovens (de 0 a 17 anos) que recebem educação gratuita em cinco escolas sociais localizadas em áreas de vulnerabilidade social na Zona Leste de São Paulo, Santos e Ribeirão Preto.

As doações podem promover a expansão de laboratórios, projetos de educomunicação, capacitação de educadores, revitalização de espaços e melhorias no acervo das bibliotecas comunitárias. Mais de 40% das famílias atendidas nos locais estão abaixo da linha da pobreza e 26% dos pais dos alunos não possuem o Ensino Médio completo.

Asimp/Marista Escolas Sociais

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios