Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O mês de janeiro trouxe uma redução na quantidade de consumidores que tiveram seu nome incluído na condição de inadimplentes

O indicador do Sistema de Proteção ao Crédito da ACIL apontou que os consumidores estão cuidadosos em relação a não deixarem de honrar seus compromissos financeiros. Em janeiro, 9% menos pessoas tiveram seu nome incluído na lista de inadimplentes na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Por outro lado, aqueles que já estavam com o nome no cadastro de inadimplentes, tiveram mais dificuldades para equilibrar suas contas e negociarem os débitos pendentes que os levaram a condição de restrição de crédito. O número de consumidores que conseguiram mediar suas dívidas e limpar o nome foi 72% menor em janeiro deste ano do que em janeiro de 2018.

“Esta situação pode encontrar explicação na ainda elevada quantidade de pessoas que não reingressaram no mercado de trabalho, especialmente em dezembro, que mostrou um elevado contingente de demissões em comparação com as novas contratações. Uma retomada na economia nacional é que poderá fazer com que os números se apresentem de forma mais positiva nos meses vindouros”, explica o consultor econômico da ACIL, Marcos Rambalducci.

Susan Naime Bortoti/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL