Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mais uma vez, todos os setores da economia da cidade tiveram saldo positivo no CAGED; julho registrou um saldo positivo de 859 empregos

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados hoje (26) pelo Ministério da Economia, demonstram que Londrina tem evoluído em todos os setores da economia. Em julho, a cidade registrou um saldo positivo de empregos de 859. No acumulado do ano, o saldo positivo da cidade já supera a marca de 5.411 empregos.

Mais uma vez, todos os cinco setores da economia tiveram saldo positivo. Serviços contribuiu para o saldo de julho com 3.431 admissões e um saldo de 403 trabalhadores empregados. Indústria e comércio somaram, juntos, 355 novos postos e a construção apresentou a maior variação relativa, com mais de 1% de evolução.

Em 2021, já foram admitidos 47.490 trabalhadores enquanto 42.079 foram desligados em Londrina. O setor que mais empregou foi o de serviços, com 24.133 contratações ao longo do ano, enquanto o setor que teve o maior saldo positivo foi o do comércio, com 1.717 novos postos de trabalho.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, destacou o grande momento vivido pela cidade. “Londrina vive um grande momento, com atração de empresas e investimentos. Os empresários locais voltaram a acreditar na cidade e a investir, expandir seus negócios e gerar emprego e renda. O reflexo é esse saldo histórico de empregos criados”, comemorou.

Para o presidente da Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, o resultado positivo é fruto de um trabalho conjunto realizado pela Prefeitura e da Codel. “Construímos um cenário mais favorável na área da industrialização, da ciência e tecnologia, de turismo e eventos. Tudo isso fortalece o aumento de empregos em nossa cidade”, apontou.

O secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, lembrou algumas das ações da Prefeitura para a retomada da economia. “Londrina foi a primeira cidade a tornar obrigatório o uso de máscaras, instituiu um comitê de especialistas para balizar as ações de enfrentamento da pandemia, tomou as medidas necessárias, e em momento algum deixou de olhar para a economia e para os trabalhadores. Aplicou recursos para ajudar os pequenos e médios empresários. Por isso, vemos a cidade se destacando e sendo referência para todo o país”, pontuou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.