Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Maior índice de paralisação foi registrado em Foz do Iguaçu, onde 71% das empresas emitiram nota fiscal entre 6 e 10 de julho

Mesmo com as medidas restritivas em 134 municípios do Paraná, 87% das empresas registradas no estado realizaram alguma atividade econômica nos dez primeiros dias de julho. No período estava em vigor regras rígidas sobre o funcionamento do comércio presencial e sobre as atividades não essenciais. O levantamento da Secretaria de Fazenda do Paraná levou em conta as empresas que emitiram nota fiscal e geraram receita por meio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Por outro lado, o nível de atividade caiu em relação ao mês passado, quando 94% das empresas desempenharam alguma atividade econômica.  

Entre 6 e 10 de julho, os menores índices de atividade foram registrados em duas regiões: em Foz do Iguaçu, o índice foi de 71%. Em Curitiba e na Região Metropolitana, o índice foi de 74%. Já outras cidades como Arapongas e Francisco Beltrão funcionam em plena atividade econômica - praticamente todas as empresas emitiram notas fiscais no período pesquisado.

Agência do Rádio

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.