Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Economia 14/09/2017  08h58

Paraná aumenta embarques e já é o quarto maior exportador

Foram US$ 12,41 bilhões de janeiro a agosto de 2017 – 17,1% a mais que 2016

O Paraná exportou US$ 12,41 bilhões de janeiro a agosto de 2017, o que representou um aumento de 17,1% sobre o mesmo período do ano passado. Com isso, o Estado superou o Rio Grande do Sul (US$ 11,63 bilhões), foi o que mais exportou na região Sul e passou a ocupar a quarta colocação no ranking do Brasil. Ficou atrás apenas de São Paulo (US$ 33,5 bilhões), Minas Gerais (US$ 16,9 bilhões) e Rio de Janeiro (US$ 15,4 bilhões). Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

“Boa parte desse resultado se deve à diversificação da pauta de exportações, com crescimento dos embarques de automóveis, autopeças e celulose”, diz Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes). “Com isso, o Paraná passou de quinto para quarto maior exportador do País, posição que deve ser mantida até o fim do ano”, afirma Suzuki.

O agronegócio continua a ser responsável pela maioria dos produtos exportados pelo Paraná e continua a crescer, mas sua participação teve ligeira queda com o avanço da participação de produtos manufaturados nesse ano.

“O agronegócio continua a ser o principal setor exportador do Estado, mas é muito positivo que o Paraná também exporte manufaturados, que tradicionalmente têm maior valor agregado”, diz Suzuki Júnior.

DESTAQUES - Somente os embarques de celulose cresceram 135% nesse ano na comparação com o mesmo período do ano passado, ao somar US$ 347,7 milhões. Graças à entrada em operação da fábrica de celulose da Klabin em Ortigueira, na região dos Campos Gerais, que tem como um dos focos a atuação no mercado externo, a celulose já é o sexto produto mais exportado pelo Paraná.

Outro destaque foi o aumento das exportações de automóveis, principalmente para a Argentina. De janeiro a agosto, a receita de exportações de automóveis somou US$ 653,4 milhões - 89% mais do que nos primeiros oito meses de 2016. Os embarques de autopeças cresceram 52,5%, chegando a US$ 186,13 milhões, e de veículos de carga aumentaram 56,8% -atigindo US$ 294,5 milhões.

AGRONEGÓCIO - Nos primeiros oito meses do ano passado, o agronegócio respondia por 74,97% do total embarcado pelo Paraná. Nesse ano, a presença ficou em 72,04%. De janeiro a agosto, foram US$ 8,94 bilhões em exportação de produtos do agronegócio, 12,5% mais do que no mesmo período do ano passado.

Graças à supersafra desse ano, as exportações de soja - principal produto da pauta do Estado – aumentaram 23,3% de janeiro a agosto - para US$ 3,2 bilhões.

A carne de frango in natura seguiu na segunda colocação entre os principais produtos enviados ao exterior pelo Paraná. Foram US$ 1,56 bilhão, 10,1% mais do que nos primeiros oito meses de 2016. Outros destaques foram as exportações de açúcar bruto, com avanço de 21,8% (US$ 627,6 milhões) e óleo de soja bruto com 22% mais na mesma base de comparação (US$ 324,07 milhões).

MERCADOS - O Paraná ampliou embarques para seus principais mercados. Para a China, principal destino dos produtos paranaenses, o Estado aumentou em 18,4% as exportações, para US$ 3,53 bilhões. Para a Argentina, foram enviados US$ 1,339 bilhão (44,9% mais) e para os Estados Unidos, US$ 575,15 milhões (alta de 12,4%).

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.