Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O banco contabilizou 735 solicitações em apenas 13 dias. O montante, que já supera R$ 1 bilhão, é superior ao valor de todos os pedidos espontâneos, em operações diretas, registrados em 2019.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) contabilizou 735 pedidos de financiamentos no Paraná em apenas 13 dias – de 23 de março a 4 de abril. O montante das solicitações, que já supera R$ 1 bilhão, é superior ao valor de todos os pedidos espontâneos, em operações diretas, registrados em 2019.

De acordo com o diretor de Operações da agência paranaense do BRDE, Wilson Bley Lipski, a partir de 23 de março muitos municípios começaram a decretar ações incisivas de combate ao novo coronavírus. “Com isso, algumas cidades determinaram o fechamento de estabelecimentos comerciais, limitação da produção empresarial e restrições no que diz respeito à circulação de pessoas. Antevendo a situação de crise e possíveis insustentabilidades nas empresas, muitos empresários já buscaram o BRDE a fim de obter apoio para garantir a sobrevivência dos negócios”.

Diante do considerável aumento de demanda, as estratégias para atender grande parte das solicitações já foram traçadas. A estimativa é de que pelo menos R$ 500 milhões serão supridos por linhas próprias do BRDE como, por exemplo, a linha Recupera Sul, que vai disponibilizar até R$ 150 milhões, e linhas tradicionais do BNDES e outras fontes, operadas diretamente pelo banco. Os pedidos abaixo de R$ 200 mil estão sendo encaminhados para a Fomento Paraná, que poderá atender dentro do Sistema Paranaense de Fomento.

Além das estratégias para que os novos pedidos sejam atendidos, aqueles que já possuem contratos de financiamento em andamento também foram beneficiados. O banco estabeleceu um prazo específico para que os clientes pudessem solicitar a suspensão dos pagamentos das parcelas por até seis meses. Os pedidos puderam ser feitos via internet banking e, ao verificar que muitos não buscaram a renegociação de forma espontânea, o BRDE mobilizou as equipes para entrarem em contato com os clientes, de forma individualizada, oferecendo a alteração no contrato.

“Esse é um momento que exige a participação e proatividade do BRDE. Estamos preparados para atender com agilidade e compromisso os novos pedidos e, também, oferecer um suporte ainda maior àqueles que já são clientes”, destaca o diretor administrativo do BRDE, Luiz Carlos Borges da Silveira.

A renegociação poderá contemplar até 1248 operações. Nos casos de quem tem saldos vencidos, novas oportunidades de acordo serão oferecidas, com o objetivo de facilitar os processos e amenizar a situação de crise.

“Montamos uma verdadeira força-tarefa para continuarmos ao lado dos paranaenses, colaborando para o desenvolvimento da economia do Estado. Nossas equipes estão muito comprometidas, trabalhando de forma incansável, inclusive nos fins de semana, a fim de analisar os pedidos do período. Diariamente, são mais de 80 solicitações processadas, passando para próxima etapa, o que agiliza os processos e, consequentemente, o retorno aos solicitantes”, conclui Bley.”, conclui Bley.

Caso haja interesse em abrir pedidos de financiamento junto ao BRDE ou necessidade de renegociar prazos e prestações, o contato com o banco pode ser feito pelo WhatsApp (41 99934-4575), e-mail (brdepr@brde.com.br), por telefone (41 3219-8000) e pelo site http://www.brde.com.br/solicitar-financiamento.

Renata Todescato/Agência Paraná

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios