Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados regionais mostram retração nas vendas em todas as regiões do Estado

A Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que o varejo paranaense teve queda de -3,42% nas vendas no acumulado de janeiro a maio. Na comparação de maio com abril, houve pequena melhora, com alta de 3,17%. No entanto, em relação ao mesmo mês de 2014, verifica-se redução de -8,17%.

A pesquisa também revela que os empresários têm diminuído a formação de estoques. No acumulado do ano, as compras foram -3,52% inferiores às do mesmo período do ano passado e, são ainda menores (-11,69%) ante maio de 2014.

Com a queda nas vendas, o nível de emprego já começou a cair. No período de janeiro a maio, o comércio paranaense teve cortes de -1,88% no quadro funcional e na comparação com maio do ano passado, houve diminuição de -3,67%.

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana, a crise política e econômica tem afetado a percepção tanto dos empresários quanto dos consumidores. “De um lado, temos o declínio na intenção de compras das famílias, que retêm o consumo por causa da inflação e pelo receio de eventuais demissões. Por outro lado, os empresários veem o movimento de suas lojas cair e por isso acabam freando investimentos e reduzindo estoques”, analisa. Segundo o dirigente, endividamento das famílias e a inadimplência completam o cenário pouco favorável para o comércio.

Os piores indicadores no período são observados pelas concessionárias de veículos (-24,29%), autopeças (-14,03%), calçados (-11,43%) e vestuário e tecidos (-6,21%). Por outro lado, vêm mantendo crescimento as livrarias e papelarias (11,56%), supermercados (8,04%), combustíveis (5,84%), farmácias (5,79%) e lojas departamentos (4,81%). Na variação interanual, os números de maio deste ano são piores do que no mesmo mês de 2014. Tiveram crescimento apenas as livrarias e papelarias (10,06%), supermercados (9,27%) e combustíveis (4,42%).

Dados regionais

Os dados regionais são negativos em todas as regiões pesquisadas no acumulado do ano. A maior redução no faturamento foi apresentada por Ponta Grossa (-8,06%), seguida pelo Sudoeste (-5,81%), Londrina (-3,68%), Curitiba e Região Metropolitana (-3,28%), Oeste (-3,23%) e Maringá (-2,76%).

Frente ao mesmo mês de 2014, maio apresentou retração considerável em todas as regiões, sobretudo para Ponta Grossa (-12,83%), Sudoeste (-12,33%), Londrina (-10,8%), Oeste (-9,36%), Curitiba e Região Metropolitana (-7,11%) e Maringá (-4,65%). 

VENDAS Acumulado do ano

Jan-mai/2015 em relação a Jan-mai/2014

SETOR

CURITIBA E RM

LONDRINA

MARINGÁ

REGIÃO OESTE

PONTA GROSSA

SUDOESTE

PARANÁ

Óticas, cine-foto-som

15,74%

0,02%

-16,62%

12,99%

0,63%

-6,31%

1,98%

Supermercados

10,84%

-0,63%

5,11%

4,4%

-

-3,35%

8,04%

Livrarias e papelarias

6,27%

-

9,26%

-11,53%

8,54%

-23,99%

11,56%

Farmácias

5,61%

7,56%

-

2,26%

-5,91%

-15,98%

5,79%

Combustíveis

5,25%

10,12%

9,21%

-0,95%

0,35%

2,09%

5,84%

Lojas de departamentos

3,45%

2,99%

5,05%

12,42%

6,3%

-11,49%

4,81%

Móveis, decorações e utilidades domésticas

3,27%

-20,66%

-15,37%

-1,6%

-22,89%

-8,58%

0,18%

Mat. de construção

-0,04%

-7,34%

2,8%

13,44%

5,23%

13,11%

-1,26%

Vestuário e tecidos

-11,32%

-4,46%

-2,24%

11,82%

-7,38%

16,31%

-6,21%

Autopeças

-15,5%

-

-5,76%

-12,63%

-4,25%

-0,97%

-14,03%

Calçados

-16,73%

-7,58%

-

0,9%

-8,56%

-7,1%

-11,43%

Concessionárias de veículos

-27,75%

-12,77%

-39,5%

-25,9%

-28,75%

-10,79%

-24,29%

Total

-3,28%

-3,68%

-2,76%

-3,23%

-8,06%

-5,81%

-3,42%

VENDAS Mês anterior

Mai/2015 em relação a abr/2015

SETOR

CURITIBA E RM

LONDRINA

MARINGÁ

REGIÃO OESTE

PONTA GROSSA

SUDOESTE

PARANÁ

Autopeças

3,82%

-

7,8%

-5,19%

2,53%

-6,83%

1,71%

Calçados

28,32%

31,13%

-

23,48%

31,56%

43,81%

31,49%

Combustíveis

0,56%

-6,11%

12,12%

16,43%

-0,66%

-3,82%

1,36%

Concessionárias de veículos

7,08%

2,79%

0,58%

-9,99%

-19,06%

-6,55%

1,94%

Farmácias

1,19%

-1,35%

-

2,26%

16,97%

-5,36%

0,47%

Livrarias e papelarias

-0,76%

-

-7,45%

0,62%

5,32%

7,09%

-0,89%

Lojas de departamentos

4,97%

16,98%

12,25%

10,66%

18,06%

-7,43%

9,93%

Mat. de construção

4,13%

-1,76%

9,56%

1,65%

9,32%

0,6%

1,41%

Móveis, decorações e utilidades domésticas

0,63%

15,75%

11,83%

8,58%

-10,54%

19,71%

2,2%

Óticas, cine-foto-som

3,89%

21,44%

-0,23%

3,42%

35,46%

19,2%

8,44%

Supermercados

-2,7%

-4,11%

-5,64%

-0,95%

-

-8,17%

-2,99%

Vestuário e tecidos

33,04%

38,46%

23,02%

35,17%

33,22%

18,63%

30,24%

Total

3,11%

2,7%

6,66%

2,27%

1,31%

-4,37%

3,17%

VENDAS Mesmo mês do ano anterior

Mai/2015 em relação a mai/2014

SETOR

CURITIBA E RM

LONDRINA

MARINGÁ

REGIÃO OESTE

PONTA GROSSA

SUDOESTE

PARANÁ

Autopeças

-21,25%

-

-5,24%

-27,7%

-5,47%

-6,33%

-20,23%

Calçados

-21,22%

-9,51%

-

-3,3%

29%

-11,46%

-15,48%

Combustíveis

12,56%

-13,24%

10,18%

16,1%

-0,09%

-1,87%

4,42%

Concessionárias de veículos

-35,86%

-16,57%

-47,65%

-44,33%

-46,33%

-19,31%

-33,55%

Farmácias

1,2%

-0,01%

-

-2,36%

-12,83%

-21,47%

0,23%

Livrarias e papelarias

13,2%

-

9,21%

-19,71%

18,86%

-32,96%

10,06%

Lojas de departamentos

-4,15%

-0,96%

3,26%

10,01%

2,57%

-20,12%

-0,32%

Mat. de construção

-4,44%

-11,22%

-8,67%

9,22%

3,87%

9,37%

-5,83%

Móveis, decorações e utilidades domésticas

-6,64%

-23,72%

-14,81%

1,95%

-30,57%

-11,88%

-8,09%

Óticas, cine-foto-som

8,44%

-7%

-17,28%

9,76%

13,57%

-4,51%

-2,65%

Supermercados

13,14%

-1,5%

4,94%

4,26%

-

-8,06%

9,27%

Vestuário e tecidos

-9,7%

-4,96%

1,74%

26,73%

-8,55%

6,08%

-3,7%

Total

-7,11%

-10,8%

-4,65%

-9,36%

-12,83%

-12,33%

-8,17%

                 

Karla Santin/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.