Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Hotmilk é uma opção para empreendedores do setor que querem alavancar seus modelos de negócio

A Hotmilk, aceleradora da PUCPR recém inaugurada no Campus Londrina, também está em busca de startups da área da saúde, a fim ajudá-las a transformar seus projetos em grandes negócios. Encerram-se hoje, dia 31 de julho as inscrições no site www.hotmilk.com.br.

De acordo com o coordenador da Hotmilk em Londrina, Cristiano Teodoro Russo, este primeiro ciclo de aceleração é aberto, ou seja, não possui uma temática específica, e é uma ótima oportunidade para os projetos e startups do setor da saúde. “Projetos para a saúde despertam um grande interesse, justamente por ser um setor com inúmeras oportunidades”, explica.

Segundo ele, além de passar pela metodologia de aceleração, os projetos da saúde poderão interagir com a estrutura da universidade. “A PUCPR Campus Londrina conta com dois cursos na área de saúde: Psicologia e Medicina. A estrutura destes cursos poderá ser utilizada para os empreendedores desenvolverem suas propostas. Temos ambulatórios de atendimentos no campus, em breve teremos nosso hospital universitário. Hoje possuímos uma rede de hospitais e laboratórios parceiros e o mais interessante para as startups, um programa de aceleração totalmente dedicado a saúde chamado HiPUC – Health Innovation PUC que poderá ser aplicado aqui. E para o futuro próximo, teremos grandes novidades para as áreas de saúde e engenharias”, comenta.

Polo De Saúde

Russo também destaca que o momento é favorável para startups de inovação em saúde, devido ao projeto Polo de Saúde de Londrina e Região, trabalho que vem sendo conduzido pelo grupo SALUS - Saúde Londrina União Setorial e pelo Sebrae/PR, com o objetivo de fortalecer o setor e evidenciar Londrina como referência em saúde.

“A PUCPR Londrina está participando do projeto Polo de Saúde de Londrina e Região, um trabalho muito importante e que vem gerando resultados positivos. Neste contexto, a inovação é fundamental para soluções disruptivas que transformem a vida das pessoas positivamente através da inovação, da geração de novos negócios, produtos e serviços, e é claro que a Hotmilk estará envolvida, apoiando os projetos de startups de saúde”, considera.

De acordo com o presidente do Salus, João Santilli, a inovação é um dos focos de atuação do grupo. "O Salus tem como uma das linhas estratégicas fomentar inovações da área da saúde. E é uma satisfação muito grande ver que uma instituição membro do Salus traz para Londrina uma aceleradora de startups. A PUCPR Campus Londrina tem um viés para a área da saúde, com os cursos de medicina e psicologia. A aceleradora é portanto um passo importante também para a cadeia da saúde de Londrina", avalia. 

Aceleração

O programa de “aceleração” tem duração de 5 semanas, podendo ser extensivo por mais 7 semanas. As startups que ingressarem no programa contarão com mentorias específicas e palestras com temas relacionados ao empreendedorismo, inovação e tecnologia. Poderão ainda utilizar a infraestrutura do Campus da PUCPR em Londrina (a Hotmilk fica em frente ao campus) como: biblioteca, cantina, anfiteatros, laboratórios de informática e acadêmicos e estacionamento gratuito. Além disso, a Hotmilk também possui como parceiro um fundo de investimentos o Smart Value, formado por empresários de Londrina e Região, que serão mentores do programa e poderão investir nos negócios.

Inscrições até 31 de julho no site www.hotmilk.com.br.

Asimp/Salus

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios