Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“Os meus parabéns vão para o nosso Governador Ratinho Junior, para o nosso secretário estadual de Educação, Renato Feder, e para os chefes de Núcleo! E um parabéns mais que especial aos nossos diretores e professores! Foram vocês os principais responsáveis em fazer com o Paraná tivesse essa evolução significativa no Ideb”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo.  

O deputado lembra que, desde 2005, o Paraná não experimentava uma evolução tão grande na avaliação da qualidade do ensino público, conforme mostra o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). No Ensino Médio, a nota estadual teve a alta mais expressiva do Brasil, de 0,7. Com o avanço histórico, Estado saiu do sétimo para o quarto lugar no ranking de escolas públicas.

“O desempenho obtido pelos nossos alunos demonstra o esforço do governo para criar as condições de evolução do sistema de educação do Estado”, afirma o governador Ratinho Junior. “A nota do ensino médio, com alta de 0,7, representa o maior avanço de todos os tempos no Brasil na avaliação desta fase do ensino”, ressalta ele.

Nos Anos Finais do Ensino Fundamental (6o. ao 9o. Ano), a nota da rede estadual também obteve o maior crescimento absoluto do País (0,5). Assim, o sistema paranaense sai do sétimo para o terceiro lugar na classificação nacional divulgada, nesta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

Os dados mostram que o desempenho das turmas do 6o ao 9o Ano fez a nota do Paraná subir de 4,6 (2017) para 5,1 (2019). São Paulo e Goiás, obtiveram 5,2. No Ensino Médio a evolução foi de 3,7 para 4,4. Com o salto, o Paraná fica com a mesma nota de Pernambuco e próximo de Goiás (4,7) e Espírito Santo (4,6).

O Ideb de 2019 mostra que colégios de 90% dos municípios do Paraná alcançaram alta no desempenho de alunos do Ensino Médio. Das 399 cidades do Estado, houve melhora na nota em 359 cidades. Destas, 336 (80%) atingiram a meta estipulada pelo INEP. A qualidade do ensino evoluiu também entre os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental. Houve alta em 336 municípios, e 140 atingiram a meta projetada.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp/com informações da AEN

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.