Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Michele Caputo (PSDB) destacou em pronunciamento na sessão plenária remota da Assembleia Legislativa do Paraná que a entrega de tablets pela UEL às comunidades indígenas da região de Londrina é mais um exemplo do empenho da Assembleia Legislativa no enfrentamento aos efeitos da pandemia do coronavírus. O legislativo repassou R$ 1,5 milhão às sete universidades estaduais garantir aos estudantes que necessitam do acesso a equipamentos de informática e da internet nas aulas remotas.

"Para que todos possam saber da dimensão disso, dos 13 mil alunos da UEL, cerca de 20% tem alguma restrição de acesso ao computador ou tablet, ou tem redes de internet muito ruins. Então essa medida representa inclusão social e digital, garantindo aos graduandos contemplados as mesmas condições que seus colegas".

Foram beneficiadas recentemente as comunidades indígenas de São Jerônimo da Serra e da região do Apucaraninha em Tamarana. "O reitor afirmou que isso só foi possível pela parceria e pelos recursos liberados pela Assembleia Legislativa do Paraná" informou Caputo.

"Está aí mais uma prova da importância da Assembleia Legislativa, que têm colaborado com o povo do nosso estado. É como diz a nossa campanha: se é bom para o Paraná a gente aprova", disse Michele Caputo, ressaltando o esforço dos deputados no enfrentamento da pandemia do coronavírus.

A Assembleia Legislativa do Paraná já destinou, no ano de 2020, R$ 203,7 milhões ao Governo do Estado para que setores essenciais pudessem manter suas atividades e dar o suporte necessário para os paranaenses enfrentarem a pandemia do coronavírus. A prioridade foi para a saúde, mas a educação e a manutenção de projetos importantes para o estado também foi possível graças à contribuição do Legislativo.

Foram repassados: R$100 milhões para compra da vacina contra a Covid-19; R$ 37 milhões para novos leitos de UTI e de enfermaria; R$ 50 milhões para recuperação de estradas; R$ 12 milhões para duplicação da avenida JK, em Matinhos; R$ 2,5 milhões para conclusão do Hospital Erastinho, que atende crianças com câncer;  além do valor de R$ 1,5 milhão para universidades estaduais comprar equipamentos para aulas remotas, beneficiando mais de seis mil estudantes.

Aseimp/ALEP

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.