Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Michele Caputo (PSDB) destacou em pronunciamento na sessão plenária remota da Assembleia Legislativa do Paraná que a entrega de tablets pela UEL às comunidades indígenas da região de Londrina é mais um exemplo do empenho da Assembleia Legislativa no enfrentamento aos efeitos da pandemia do coronavírus. O legislativo repassou R$ 1,5 milhão às sete universidades estaduais garantir aos estudantes que necessitam do acesso a equipamentos de informática e da internet nas aulas remotas.

"Para que todos possam saber da dimensão disso, dos 13 mil alunos da UEL, cerca de 20% tem alguma restrição de acesso ao computador ou tablet, ou tem redes de internet muito ruins. Então essa medida representa inclusão social e digital, garantindo aos graduandos contemplados as mesmas condições que seus colegas".

Foram beneficiadas recentemente as comunidades indígenas de São Jerônimo da Serra e da região do Apucaraninha em Tamarana. "O reitor afirmou que isso só foi possível pela parceria e pelos recursos liberados pela Assembleia Legislativa do Paraná" informou Caputo.

"Está aí mais uma prova da importância da Assembleia Legislativa, que têm colaborado com o povo do nosso estado. É como diz a nossa campanha: se é bom para o Paraná a gente aprova", disse Michele Caputo, ressaltando o esforço dos deputados no enfrentamento da pandemia do coronavírus.

A Assembleia Legislativa do Paraná já destinou, no ano de 2020, R$ 203,7 milhões ao Governo do Estado para que setores essenciais pudessem manter suas atividades e dar o suporte necessário para os paranaenses enfrentarem a pandemia do coronavírus. A prioridade foi para a saúde, mas a educação e a manutenção de projetos importantes para o estado também foi possível graças à contribuição do Legislativo.

Foram repassados: R$100 milhões para compra da vacina contra a Covid-19; R$ 37 milhões para novos leitos de UTI e de enfermaria; R$ 50 milhões para recuperação de estradas; R$ 12 milhões para duplicação da avenida JK, em Matinhos; R$ 2,5 milhões para conclusão do Hospital Erastinho, que atende crianças com câncer;  além do valor de R$ 1,5 milhão para universidades estaduais comprar equipamentos para aulas remotas, beneficiando mais de seis mil estudantes.

Aseimp/ALEP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios