Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Governo do Estado está concluindo a instalação de 1.560 aparelhos de ar-condicionado em escolas da rede estadual. Após uma série de melhorias na rede elétrica das unidades beneficiadas, todos os equipamentos devem estar em funcionamento para atender cerca de 1 milhão de alunos que iniciam o ano letivo no próximo dia 15 de fevereiro.

Segundo Rossoni, 910 aparelhos estão em funcionamento e 650 em fase de instalação. “Tivemos que refazer instalações elétricas e aperfeiçoar as entradas de energia de muitos colégios. Mas estamos finalizando este trabalho e garantido mais conforto para os alunos da rede estadual”, informa Rossoni.

Além de liderar a conclusão deste projeto, Rossoni também conduziu o programa Escola 1.000, que transferiu R$ 100 milhões para as contas dos colégios estaduais para obras e reparos. A própria comunidade escolar escolheu onde investir os recursos em audiências públicas realizadas no ano passado.

“Ninguém melhor que estudantes, profissionais da escola e famílias para apontar o que precisava ser feito”, disse Rossoni. Ao longo do ano, os diretores também vão receber recursos do Fundo Rotativo – são 10 repasses para gasto de consumo e quatro para pequenos reparos e compra de materiais de limpeza e expediente. No ano passado, foram depositados R$ 169 milhões na conta das escolas.

O Estado também iniciou em janeiro o pagamento das progressões e promoções aos funcionários. Somente na educação foram 75 mil beneficiados. “Pagamos os salários em dia e ainda criamos as condições necessárias para conceder os avanços de carreira, valorizando o trabalho dos nossos educadores”, afirma Rossoni.
MERENDA – Nesta semana, as 2,1 mil escolas da rede estadual começam a receber a primeira remessa dos alimentos para a merenda escolar. São 18 itens de alimentos não perecíveis, além de carnes. Durante o ano letivo serão entregues entre quatro e cinco remessas de alimentos não perecíveis, seis remessas de carnes (frango, pernil de porco, filé de peixe e carne bovina) e dez entregas de ovos, além dos produtos da agricultura familiar.

Asimps/ALEP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios