Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Até agora, 3.715 secretarias municipais e estaduais e a do Distrito Federal (66,3% do total) manifestaram interesse pela iniciativa

O programa Tempo de Aprender, do Ministério da Educação (MEC), está com o prazo de adesão aberto até esta quinta-feira (30). A iniciativa tem o objetivo de enfrentar as deficiências da alfabetização no país e conta com ações estruturadas em quatro eixos: formação continuada de profissionais da alfabetização; apoio pedagógico para a alfabetização; aprimoramento das avaliações da alfabetização; e a valorização dos profissionais da alfabetização. 

As secretarias estaduais e municipais de Educação que quiserem aderir ao Tempo de Aprender precisam acessar este link e preencher um formulário com o e-mail e o CPF do respectivo secretário da pasta. É importante que os dados cadastrais do secretário municipal, estadual ou distrital de Educação estejam atualizados no sistema PDDE Interativo – a ferramenta do MEC utilizada para o repasse de recursos às secretarias e para apoio à gestão escolar. 

Adesão

Até o momento, 3.715 secretarias estaduais e municipais e a do Distrito Federal manifestaram interesse em participar do programa. Isso representa 66,39% do total de secretarias de Educação no Brasil. Nessa contagem, 18 são das seguintes capitais: Aracaju; Belo Horizonte; Campo Grande; Cuiabá; Goiânia; João Pessoa; Macapá; Maceió; Manaus; Natal; Porto Alegre; Porto Velho; Rio Branco; Rio de Janeiro; Salvador; São Luís; Teresina e Vitória. Além do Distrito Federal, 11 secretarias estaduais também aderiram ao Programa, são elas: a de Goiás; de Minas Gerais; de Mato Grosso; do Pará; do Piauí; do Paraná; do Rio de Janeiro; de Rondônia; de Roraima; de Sergipe e do Tocantins. 

Curso on-line

O Tempo de Aprender disponibiliza um curso on-line de formação continuada em práticas de alfabetização, com estratégias de ensino para o 1º e o 2º ano do ensino fundamental. Ele é destinado a professores, coordenadores pedagógicos, diretores escolares e assistentes de alfabetização, que, neste caso, não dependem da adesão do ente federativo ao programa em si para se inscrever e participar do curso on-line. E, embora seja destinado a esse público, o curso também é aberto a gestores de redes educacionais, pais de alunos ou qualquer pessoa interessada no tema e que queira ter acesso ao conteúdo de formação. É importante destacar que o acesso é gratuito e basta se inscrever com os dados pessoais. O curso de formação continuada em práticas de alfabetização do MEC já registrou mais de 2,7 milhões de acessos e cerca de 245 mil inscrições. A carga horária é de 30 horas. Já o conteúdo, além de outras informações, podem ser conferidos na página do curso.
Asimp/Mec

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.