Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O evento, promovido pelo CEBRAC, rede de ensino profissionalizante, atraiu 3 mil pessoas em Londrina, na última sexta-feira

Na última sexta-feira, Londrina recebeu estudantes de todo o país para a Feira Nacional de Empreendedorismo. Estiveram presentes representantes de 65 empresas criadas por alunos do CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos), rede de ensino profissionalizante que promove o evento. Os alunos passaram, ao longo de 2017, por etapas locais de seleção em seus estados, desbancando mais de mil projetos até chegaram à grande final em Londrina, onde fica a sede do CEBRAC.

O evento foi sucesso de público, atraindo cerca de 3 mil pessoas em apenas um dia de feira. As empresas, fictícias, são criadas pelos alunos de todos os cursos da rede, como se fossem companhias reais. O objetivo é que eles trabalhem na prática os conceitos aprendidos, como plano de negócios, conhecimentos de finanças e faturamento, marketing e comunicação, além de trabalho em equipe, liderança e empreendedorismo. "Estamos muito orgulhosos do empenho dos nossos alunos no desenvolvimento de suas empresas e felizes com o alto nível dos projetos apresentados", afirma Wilson Giustino, fundador e presidente da rede.

Vencedores

Foram premiados os três primeiros colocados em cada categoria (Serviços, Comércio e Indústria), além de uma premiação especial na categoria Produto Inovador. Dois jurados especialistas de cada área avaliaram os projetos com base nos critérios de qualidade do produto, layout, elementos de divulgação, postura empreendedora, inovação e preocupação com a sustentabilidade.

O prêmio de Produto Inovador foi para a equipe de João Pessoa (PB), que criou um hambúrguer feito com cascas de banana. A equipe ganhou ainda o primeiro lugar na categoria Indústria. O segundo lugar ficou com os alunos de Caruaru (PE) e o terceiro lugar foi para Ribeirão das Neves (MG).

Na categoria comércio, o primeiro lugar ficou com os alunos de Belo Horizonte, que criaram um bistrô de "trouxinhas" (tipo de panqueca) feitas com PANCs (plantas alimentícias não convencionais). Em segundo lugar ficou a equipe de Santa Luzia (MG) e, em terceiro, Jaú (SP). Por fim, a equipe vencedora da categoria Serviços foi a de Araraquara (SP), com um aplicativo que indica o local mais próximo para descartar material reciclável. O segundo lugar foi para os alunos de Ourinhos (SP) e o terceiro para a equipe de Camaçari (BA).

Asimp/CEBRAC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios