Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Paraná já mergulhou no universo dos números. O “Festival da Matemática 2018”, que envolveu escolas públicas e privadas, aconteceu em todo o Estado. Foi a segunda edição do evento, que começou no ano passado como parte das ações do Biênio da Matemática 2017-2018, em homenagem à Olimpíada Internacional de Matemática de 2017 e o Congresso Internacional de Matemáticos de 2018, ambos com sede no Brasil. O biênio foi instituído pela Lei nº 13.358, de 7 de novembro de 2016, de autoria do deputado federal Alex Canziani (PTB).

Durante os eventos, que foram regionalizados, as escolas trabalharam com oficinas e cursos relacionados aos conceitos da disciplina de modo prático e criativo com músicas, teatro, gincanas, desafios matemáticos, paródias, exposições de artes, jogos eletrônicos e palestras.

As ações foram acompanhadas pela equipe de Matemática do Departamento de Educação Básica e dos 32 Núcleos Regionais da Secretaria de Estado da Educação. “Todas as escolas e os técnicos dos núcleos de educação estiveram envolvidos em ações que vão contribuir para divulgar e falar sobre a importância da Matemática, além de buscar novas alternativas e metodologias que contribuam para o ensino da disciplina”, disse a superintendente da Educação, Inês Carnieletto.

Ela afirmou que o incentivo da primeira edição do festival contribuiu para melhorar o desempenho dos estudantes da rede estadual no Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná (Saep). “Já percebemos um avanço no desempenho dos alunos nas avaliações do Saep e isso é reflexo também dessa nova visão da matemática”, destacou.

Para o deputado Alex Canziani, o grande motivo que norteia o festival é estimular o gosto e a curiosidade pela matemática. “A matemática é peça chave para o desenvolvimento humano. Se pudermos estimular isso nas crianças estaremos contribuindo bastante para a evolução e o desenvolvimento da educação em sala de aula e também para o próprio futuro delas, principalmente durante suas atividades profissionais”, avalia o parlamentar, que preside a Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios