Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado federal Alex Canziani (PTB-PR) foi nomeado relator da Medida Provisória 785/17, que reformula o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Nesta semana, o Congresso Nacional instalou a comissão mista que irá analisar a matéria. Canziani, que também é presidente da Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional, explica que um dos seus objetivos será contribuir para tornar o Fies um programa perene e sustentável.

O deputado federal Alex Canziani (PTB), relator da Medida Provisória 785/2017 - que trata da reformulação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)-, promoverá a realização de oficinas de Design Thinking (DT) para incrementar as discussões em torno das mudanças que serão promovidas no programa. A ferramenta será apresentada na próxima quarta-feira (20), às 9h30, no plenário 10 do Anexo II da Câmara dos Deputados, com a presença do presidente da comissão especial que trata da Medida, senador Dalírio Beber (PSDB-SC), do presidente da Comissão de Educação na Câmara, Caio Narcio (PSDB/MG) e do secretário executivo em exercício do Ministério da Educação, Felipe Sigollo. "Queremos ideias novas e soluções inteligentes para o novo Fundo", resume o parlamentar, bastante confiante nesta ferramenta.

O Design Thinking é uma forma inovadora de abordagem em grupo para levantar situações e solucionar problemas por meio de participações coletivas e colaborativas. Dessa forma, diversas áreas são integradas, promovendo a elaboração de estratégias especiais que podem se tornar práticas viáveis – sempre objetivando o levantamento das necessidades dos interessados ou do público-alvo. Na ocasião, para detalhar o sistema, será realizada uma palestra com o professor Victor Gonçalves, responsável pela consultoria do desenvolvimento do DT dentro da comissão especial, feita pela empresa Addtech do Rio de Janeiro.

Novo Fies

Iniciativa do relator, a oficina está sendo denominada “Design Thinking do Novo Fies”, e reunirá representantes do governo, pais, alunos, entidades de ensino e do setor financeiro para ajudar a construir a lei do Novo Fies. Durante dois dias, 40 participantes se revezarão em quatro mesas redondas de dez pessoas para debater e sugerir ideias inovadoras para subsidiar a elaboração do relatório da MP 785/17. Os grupos serão auxiliados por facilitadores da Addtech.

As oficinas ocorrerão na quinta (21) e na sexta-feira (22), na sala de reuniões da Mesa Diretora da Câmara. Alguns dos convidados para a oficina foram selecionados a partir de participações no portal da Câmara denominado “eDemocracia”, no qual Canziani abriu espaço para as contribuições dos internautas.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios