Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Projeto de Lei 3036/2021, em tramitação no Senado Federal, quer tornar o ensino da Língua Espanhola obrigatório nas escolas de educação básica. O texto, de autoria do senador Flávio Arns (Podemos-PR), insere no currículo do ensino fundamental o idioma a partir do sexto ano, dentro do horário regular de aula. No caso do ensino médio, a escola poderá, ainda, ofertar o ensino da língua espanhola e outras línguas estrangeiras, em caráter optativo e horários alternativos.

O projeto surgiu de uma demanda dos movimentos “Fica Espanhol Brasil" e "Fica Espanhol Paraná”, que reuniram-se com o senador em agosto deste ano e apresentaram as justificativas para a implementação do ensino da língua nas escolas.

Segundo Arns, o projeto traz aos estudantes brasileiros mais uma chance de desenvolvimento pessoal e profissional. Na justificativa do projeto, o senador lembra que o idioma é falado em mais de 130 países e que o Brasil faz fronteira com países que têm o espanhol como língua oficial.

“O ensino do espanhol no Brasil assume muita relevância, principalmente na questão geopolítica, podendo gerar um estreitamento de laços de amizades e cooperação com os países vizinhos”, ressalta Arns.

O projeto deve ser discutido pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado Federal.

Greicy Pessoa/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.