Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O novo decreto valida a Rede Federal como especializada na oferta de Educação Profissional e Tecnológica (EPT)
A regulamentação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), publicada ontem (23), no diário oficial, traz novas diretrizes que fortalecem e aumentam a oferta da educação profissional técnica de nível médio nas redes públicas de ensino no País. O decreto nº 10.656, de 22 de março de 2021, apresenta uma grande novidade que amplia as fontes de financiamento da educação profissional, permitindo a contabilização da dupla matrícula, para fins de repasse de recursos. Além disso, a normativa valida as instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica como especializadas na oferta de Educação Profissional e Tecnológica (EPT). Uma das prioridades trazidas pelo decreto é a formalização de parcerias para a efetivação do ensino médio juntamente com o itinerário de formação técnica, com instituições que tenham essa expertise, como as da Rede Federal.
O decreto apresenta uma abordagem específica para a EPT, na oferta do ensino técnico de nível médio. O reconhecimento da dupla matrícula amplia a oferta do ensino nessa modalidade, admitido o duplo cômputo de matrículas para instituições que possuam estudantes cursando o nível médio e técnico. “Hoje muitos estudantes já realizam o ensino médio ao mesmo tempo em que fazem o ensino técnico, alguns fazem na mesma instituição e outros em instituições distintas. A oferta do ensino técnico, no Brasil, tem crescido nos últimos anos, e esse novo decreto traz novidades que aumentam a distribuição de recursos e reconhece a Rede Federal como especializada nessa oferta”, ressaltou o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Wandemberg Venceslau.
As instituições da Rede Federal devem informar, no mínimo, semestralmente, à rede estadual de educação a sua capacidade de absorção de matrículas para os cursos concomitantes, em que o estudante faz o nível médio e o técnico simultaneamente, conforme o artigo 25 do Decreto. As matrículas efetivadas deverão ser registradas no Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) e as parcerias firmadas devem constar nos sítios das instituições.
O Fundeb também agrega protagonismo à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, por integrar a Comissão Intergovernamental de Financiamento para a Educação Básica de Qualidade.
Rede Federal tem expertise na oferta do ensino técnico
A Rede Federal possui atualmente mais de 1 milhão de matrículas, sendo que quase metade desse total de alunos cursam o ensino médio e técnico, conforme dados extraídos da Plataforma Nilo Peçanha (2020). Além das instituições de ensino públicas federais, o ensino técnico também é ofertado pelas redes públicas estaduais, municipais e distrital e também pela rede privada, totalizando mais de 1.8 milhão de matrículas, segundo dados do Censo Escolar de 2020, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
A EPT é uma modalidade educacional prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) com a finalidade de preparar os estudantes para o exercício das profissões, contribuindo para que o cidadão possa ser inserido e atue no mundo do trabalho e na vida em sociedade. Essa modalidade abrange os cursos de qualificação, habilitação técnica e tecnológica e de pós-graduação. Assim, os cursos técnicos ofertados em todas as regiões brasileiras estão organizados no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), que traz informações sobre os cursos, perfil dos profissionais e ramos de atuação no mundo do trabalho.
Ascom/ MEC com informações da SETEC

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.