Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No Centro Educacional Marista Irmão Acácio, em Londrina, adolescentes aprendem com jogo focado em desafios pessoais e coletivos

A utilização de jogos em sala de aula é uma das novidades na educação do século 21 por aliar a prática difundida entre os jovens ao aprendizado. O Centro Educacional Marista Irmão Acácio em Londrina, que atende gratuitamente crianças e adolescentes na faixa etária dos 5 aos 17 anos, aplica a técnica para preparar os jovens para o mercado de trabalho. Juntos, educandos e educadores desenvolvem atividades no 10/10 – O Jogo.

O uso de jogos em sala de aula tem motivos. A NewZoo, empresa de inteligência e mercado especializada em games, calcula que existam 2,3 bilhões de pessoas ligadas em jogos ao redor do mundo. Os dados são do último levantamento da NewZoo, divulgados em junho deste ano.

O 10/10, que reúne dez alunos que são desafiados em dez etapas com o objetivo falar sobre o mercado de trabalho e empregabilidade e fugir dos modelos convencionais de aprendizagem sobre o tema. Na unidade, o jogo é destinado a adolescentes de 14 a 16 anos que participam do projeto do contraturno escolar. Por meio de etapas de desafios pessoais e coletivos, o game ajuda no desenvolvimento de habilidades criativas, além de oferecer estímulo ao protagonismo dos adolescentes.

“Os educandos constroem um avatar e vão preenchendo os espaços com habilidades referentes ao engajamento, colaboração, disciplina, criatividade etc. O jogo vai avançando na medida em que eles evoluem em determinada etapa”, explica Glaucio Luiz Mota, coordenador educacional do Conviver Marista.

Benefícios

Os desafios do 10/10 incentivam a aprendizagem colaborativa, a superação de metas pessoais e, principalmente, a capacidade de trabalhar em equipe. “O foco é preparar os jovens para a vida e para o mundo, mostrando como essas habilidades podem contribuir no mercado de trabalho”, observa Mota.

Gustavo Selhorst, de 15 anos, é um dos educandos que participa do projeto no Centro Educacional Marista Irmão Acácio, em Londrina. Ele conta que no início do projeto os desafios eram mais fáceis, mas no final foram ficando mais difíceis. “Gostei muito de participar porque tive a oportunidade de aprender coisas novas, às quais a maioria dos adolescentes da minha idade não tem acesso”, conclui o estudante.

CEM Londrina

O Centro Educacional Marista Irmão Acácio faz parte da Rede Marista de Solidariedade (RMS) que, através de ações nas áreas da educação e da assistência social, beneficia mais de 7 mil crianças, adolescentes e jovens em unidades do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul.  O Centro em Londrina atende cerca de 300 crianças e jovens, entre 05 e 17 anos, em tempo integral.

Sobre Todo Mundo sonha

O projeto do 10/10 – O Jogo é um dos que pode ser apoiado através da campanha Todo Mundo Sonha. Criada com o intuito de potencializar os atendimentos e impactar crianças, adolescentes e jovens, o Todo Mundo Sonha é uma plataforma web que permite doações de qualquer parte do mundo.

Asimp/RMS

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios