Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Medida foi tomada por conta da pandemia de coronavírus

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prorrogou para 5 de junho o prazo para a coleta de dados do Censo da Educação Superior. Os responsáveis nas instituições têm até a data para a declaração das informações. A medida foi tomada por conta das restrições impostas durante a pandemia de coronavírus.

O cronograma atualizado do Censo Superior 2019 foi publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 24 de abril, e está disponível no portal do Inep.

O sistema do Censo da Educação Superior (Censup), portanto, continua disponível para o preenchimento dos dados da primeira etapa da coleta. Responsável pela pesquisa, o diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Eduardo Moreno, destacou a importância do Censo. “Um bom sistema de informação ajuda os governos e a sociedade a buscarem soluções para os problemas revelados pelas evidências empíricas”, disse. “Precisamos de informações relevantes e fidedignas para orientar as políticas para o período pós-pandemia”, completou.

Todas as instituições escolares brasileiras, públicas e privadas, devem declarar as informações ao Inep, responsável pela pesquisa estatística realizada anualmente. O preenchimento dos dados é atribuição do pesquisador institucional, representante da instituição junto ao Inep. É o pesquisador que responde aos questionários eletrônicos do sistema Censup, verifica e corrige possíveis inconsistências dos dados declarados, além de responder, no limite de suas atribuições, a questionamentos do instituto referentes ao Censo da Educação Superior. O sistema está disponível para preenchimento dos dados desde 20 de janeiro.

O Censo

O Censo da Educação Superior reúne informações sobre as instituições de educação superior, cursos, docentes e alunos. O preenchimento do Censo é pré-requisito para a expedição de atos regulatórios e para a participação das instituições de educação superior em programas do Ministério da Educação (MEC), como o Programa Universidade para Todos (Prouni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O Censo subsidia ainda a avaliação da educação superior, sendo insumo para o cálculo do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e do Índice Geral de Cursos (IGC), dois dos Indicadores da qualidade da educação superior divulgados pelo Inep.

Asimp/Mec/com informações do Inep

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.