Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com o nome Escola Aprendiz, o projeto conta com jornada de 12 meses e tem o objetivo de capacitar esses jovens e inseri-los no mercado de trabalho

Depois de um ano, por conta da pandemia, o Instituto ADAMA, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, volta a abrir inscrições para a Escola Aprendiz. Os interessados têm até hoje, sexta-feira, 17 de setembro, para se cadastrarem para participar do processo seletivo. Os pré-requisitos são ter de 16 a 18 anos, estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio regular e cuja renda familiar não ultrapasse um salário mínimo por membro da família.

Com quase 20 anos de história, a Escola Aprendiz já conta com mais de 320 jovens inseridos no mercado de trabalho até 2019, que participaram do curso "Assistente Administrativo na Indústria", ministrado anualmente e com jornada de 12 meses. Por conta da pandemia, o Instituto ADAMA, ligado à ADAMA (leia-se Adamá), empresa global do setor de agronegócios, teve que suspender as inscrições no ano passado e agora, após um processo de adaptação à nova realidade, como aconteceu em quase todos os setores, a organização conseguirá abrir vagas para que as novas turmas tenham início em março de 2022.

"Estamos muito contentes por poder retomar esse projeto que ajuda e já ajudou tantos jovens ao longo desses anos. Tivemos que nos reinventar na forma como fazemos o processo seletivo para conseguirmos voltar com a Escola Aprendiz no ano que vem. Das quatro etapas, que antes eram todas presenciais, agora apenas uma terá que ser feita pessoalmente, que é a fase final, de entrevista", afirma Denise Caldeirão, coordenadora do Instituto ADAMA.

Como se inscrever

A partir de agora as fases de inscrições, prova de Conhecimentos Gerais, Português e Matemática e dinâmica de grupo serão todas de forma virtual. Neste ano, o Instituto passou a contar com o sistema de recrutamento que a ADAMA utiliza, o Guppy, que realiza o processo de forma online. Basta acessar o site https://adama.gupy.io/jobs/1168992 e se cadastrar para a vaga.

"O ponto de atenção que pedimos é para a criação da senha, que, por questões de segurança da informação, deve conter seis caracteres, letras maiúsculas e minúsculas e pelo menos um caractere especial. Fazemos esse alerta, pois já apareceram pessoas com dificuldades de se cadastrarem justamente por não seguirem as regras para a criação de senha no site", explica Denise Caldeirão.

Todos os anos, o Instituto recebe cerca de 250 inscritos e, neste ano, Denise acredita que esse número deve aumentar, já que muitos que antes não conseguiam se deslocar por diferentes motivos, principalmente por questões financeiras, agora poderão fazer o acesso de forma remota, pelo menos nas três primeiras fases. "Esperamos mais pessoas neste ano e o que se mantém de forma presencial é a última etapa, ou seja, uma entrevista com o candidato e a família, no Instituto, como nos anos anteriores. A diferença é que agora haverá um agendamento mais espaçado e seguiremos todos os protocolos de segurança por conta da COVID-19", completa.

Mais sobre a Escola Aprendiz

Com quase 20 anos de história, trata-se de um projeto de educação profissionalizante para jovens de 16 a 18 anos. Anualmente o Instituto Adama realiza o processo seletivo para atendimento das demandas de aprendizagem apontadas pela Adama Brasil. O projeto e a metodologia da Escola apoiam-se no SENAI e na Lei da Aprendizagem: o período matutino é dedicado à formação em sala de aula e, no período da tarde, os alunos realizam a prática profissional nas diversas áreas administrativas da empresa.

Interessados podem acompanhar as postagens nas redes sociais, mecanismos utilizados para a divulgação dos editais, prazos de inscrição e resultados.

FACEBOOK: InstitutoADAMA

INSTAGRAM: @institutoadama

YOUTUBE: Instituto ADAMA

Cláudia Santos/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.