Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Menos de 10 mil pais cadastraram seus filhos até o momento; expectativa é que os 4 mil restantes procurem à rede pública nestes três dias úteis restantes

Encerra na segunda-feira (30) o prazo para os pais e responsáveis interessados em matricularem seus filhos na rede municipal de ensino de Londrina para o próximo ano letivo. A expectativa é que cerca de 14 mil cadastros sejam realizados até o encerramento do prazo. Porém, restando apenas três dias úteis para o fim do mesmo, apenas 9.400 cadastros foram efetuados.

De acordo com o gerente de Matrícula e Documentação Escolar da SME, Junior Cesar Dias de Jesus, não haverá prorrogação do prazo do chamamento público escolar, pois a Secretaria Municipal de Educação precisa seguir o cronograma estabelecido para dar andamento às demais ações como, por exemplo, para o planejamento das projeções de turmas do próximo ano letivo e para a execução do concurso interno da SME para a remoção de professores.

“Apesar de a procura estar abaixo da esperada pela SME, organizamos os profissionais para realizar todos os atendimentos. Porém, é preciso lembrar que os pais que não fizerem o cadastro até segunda-feira vão acabar tendo dificuldades no início do próximo ano, porque é provável que eles consigam a vaga em escolas mais distantes ou até mesmo apenas depois do início do ano letivo escolar”, explicou o gerente da SME.

Aqueles que não realizarem o cadastro agora serão atendidos apenas no próximo ano, por meio do sistema de vagas remanescentes, ou seja, aquelas que sobrarem, conforme o cronograma da rede municipal de ensino.

Como proceder

Para cadastrar o aluno, é preciso que o adulto procure a unidade escolar que seu filho já frequenta (caso essa escola oferte também o ensino do ano seguinte) ou a mais perto de sua residência até segunda-feira (30). Os pais devem telefonar antes na unidade escolar para saber o horário de atendimento dos funcionários. Em geral, as escolas permanecem abertas ao público até as 17h30, de segunda a sexta-feira.
Além das escolas municipais, há vagas em toda a rede municipal, ou seja, também há nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e nos Centros de Educação Infantil (CEIs).

Documentos

é preciso apresentar os originais e as fotocópias da certidão de nascimento da criança, o CPF ou RG do responsável, comprovantes recentes de residência, como as contas de luz (Copel) e de água (Sanepar), e o número da inscrição do IPTU.

O cadastro será feito de acordo com a idade da criança e o ano escolar que ela deve estar matriculada. Assim, crianças nascidas a partir de 01/04/2014 até 31/03/2015 serão alocadas no P4. Os nascidos a partir de 01/04/2013 até 31/03/2014 irão para o P5 e aquelas nascidas a partir de 01/04/2012 até 31/03/2013 vão para o 1º ano.

Etapas para a matrícula

Essa é a primeira etapa para a efetivação da matrícula escolar para os alunos do P4 ao 1º ano no ano letivo de 2020. Para que as crianças estejam efetivamente matriculadas na rede municipal de ensino, é preciso preencher os requisitos de mais duas etapas, após o chamamento público.

A segunda fase é a retirada da carta-matrícula na unidade escolar em que foi realizado o cadastro do aluno. A data para a retirada da carta será indicada no momento em que os responsáveis fizerem o cadastro das crianças, na própria unidade escolar. A terceira e última etapa é a efetivação da matrícula na unidade indicada na carta-matrícula.

Pais que tiverem dúvidas a respeito da chamada pública escolar podem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Educação, no setor de matrícula e documentação escolar, de segunda a sexta-feira, pelos telefones 3375-0235 ou 3375-0236.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios