Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Medida, válida até o dia 30 de novembro, será publicada na edição n° 4.196 do Jornal Oficial do Município

O prefeito Marcelo Belinati decretou, ontem (29), que a suspensão das aulas presenciais em Londrina está prorrogada até o dia 30 de novembro. A medida se aplica às unidades escolares públicas, privadas e conveniadas. O decreto n° 1.245, que apresenta a decisão, será publicado no Jornal Oficial do Município, edição n° 4.196, disponível no Portal da Prefeitura de Londrina.

Com base na regulamentação do Conselho Municipal de Educação de Londrina (CMEL), o decreto autoriza atendimento presencial e individualizado para alunos em situação de risco e vulnerabilidade social.

 “As aulas presenciais na rede municipal permanecem suspensas. Nós estamos atendendo apenas alunos que não estão conseguindo fazer as atividades, e que não estão respondendo o contato das escolas. Como determina o decreto, isso vale também para o mês de novembro”, citou a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Nestas situações, é obrigatório o uso de máscara facial mais a higienização constante das mãos e superfícies, entre outras medidas. O objetivo é impedir o contágio e a transmissão pelo novo coronavírus, causador da pandemia.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.