Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Medida, válida até o dia 30 de novembro, será publicada na edição n° 4.196 do Jornal Oficial do Município

O prefeito Marcelo Belinati decretou, ontem (29), que a suspensão das aulas presenciais em Londrina está prorrogada até o dia 30 de novembro. A medida se aplica às unidades escolares públicas, privadas e conveniadas. O decreto n° 1.245, que apresenta a decisão, será publicado no Jornal Oficial do Município, edição n° 4.196, disponível no Portal da Prefeitura de Londrina.

Com base na regulamentação do Conselho Municipal de Educação de Londrina (CMEL), o decreto autoriza atendimento presencial e individualizado para alunos em situação de risco e vulnerabilidade social.

 “As aulas presenciais na rede municipal permanecem suspensas. Nós estamos atendendo apenas alunos que não estão conseguindo fazer as atividades, e que não estão respondendo o contato das escolas. Como determina o decreto, isso vale também para o mês de novembro”, citou a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Nestas situações, é obrigatório o uso de máscara facial mais a higienização constante das mãos e superfícies, entre outras medidas. O objetivo é impedir o contágio e a transmissão pelo novo coronavírus, causador da pandemia.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios