Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

195 professores estão concorrendo à função; após análise dos documentos e planos de ação, candidatos participam de consulta em escolas e creches

O processo de seleção de coordenador pedagógico para atuar nas Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil de Londrina recebeu 195 inscrições. Até o dia 31 de janeiro, os docentes encaminharam para a comissão responsável a documentação habilitatória, para comprovar os critérios exigidos no certame, e o plano de ação pedagógico que pretendem executar na unidade de ensino. A previsão é que, nesta sexta-feira (8), seja divulgada a listagem com as inscrições deferidas e indeferidas.

As informações e o cronograma do processo estão disponíveis na página da Secretaria Municipal de Educação (SME), no Portal da Prefeitura de Londrina. O link para acesso direto é http://bit.ly/EduPML .

De acordo com a assessora pedagógica da SME, Mariangela Bianchini, apenas uma escola municipal e dois CMEIs não tiveram candidatos para a função. “Essa situação é prevista pelo decreto municipal nº 59/2019, que regulamentou esse processo de seleção. Para estes casos, a escolha será mediante indicação da secretária municipal, com as mesmas exigências e critérios previstos aos demais”, explicou.

Os professores que estão concorrendo puderam pleitear a função para outra unidade escolar, diferente da que está trabalhando no momento. Porém, um dos critérios de classificação envolve a análise do plano de ação, que obrigatoriamente deve estar em consonância ao plano apresentado pelo diretor. “Uma comissão foi criada apenas para avaliar se esses planos atendem a todos os critérios solicitados. Cada plano será avaliado por  dois pedagogos, e a cada item atendido será concedida uma pontuação. Da mesma forma, não atender algum critério implica em desconto. As notas concedidas pelos dois avaliadores serão utilizadas para cálculo da média, para validação de nota final”, afirmou Mariângela.

Após a divulgação do resultado das inscrições, haverá prazo de dois dias úteis, contados a partir de sexta-feira (8), para que os candidatos protocolem pedidos de recurso, por e-mail. “Nossa expectativa é concluir todo o processo ainda neste mês, pois os candidatos aprovados passarão por consulta junto aos servidores da unidade escolar pretendida, no dia 15 de fevereiro. Como a votação é apenas com a equipe de servidores, sem a comunidade externa, a apuração será bem rápida e o resultado será enviado à comissão organizadora, que irá repassar para a secretária municipal e ao prefeito Marcelo Belinati, para homologação”, adiantou a assessora pedagógica.

Como a carga horária do coordenador pedagógico será de 40 horas semanais, a função pode ser exercida por docentes que possuem dois padrões no Município. Àqueles que possuem apenas um padrão terão sua jornada dobrada, para cumprir o mínimo de horas de trabalho. A função gratificada terá validade pré-estabelecida de dois anos.

Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL