Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Escolas municipais, CMEIs e unidades educacionais filantrópicas conveniadas ficarão fechadas por cinco dias, a partir de segunda-feira (24)

A Secretaria Municipal de Educação (SME), em concomitância com o Governo Estadual, anunciou que todas as escolas municipais e CMEIs de Londrina entrarão em recesso de segunda (20) a sexta-feira (24). Aproximadamente 45 mil alunos, do CB- creche e berçário- até o quinto ano, bem como turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), ganharão um breve descanso em suas atividades curriculares. Unidades educacionais filantrópicas conveniadas também terão as aulas suspensas.

As lições serão retomadas na semana posterior à pausa, ainda de maneira remota. Na segunda (27) e terça-feira (28), portanto, os alunos irão receber uma nova rodada de materiais, tais como cadernos, exercícios impressos e planos de aula preparados para a primeira quinzena de agosto.

A assessora pedagógica da SME, Mariângela Bianchini, contou que recentemente foi realizada uma nova pesquisa com professores e familiares de alunos, com o objetivo de averiguar as condições das aulas remotas. “Verificamos que este modelo está sendo positivo. Os encaminhamentos encontram-se cada vez melhores. É claro que existem problemas e dificuldades por parte de algumas famílias. É um momento delicado e atípico. Muitos estão passando por dificuldades nesta fase, que impacta também no acompanhamento das atividades escolares. Isto se deve a alguns fatores, como ansiedade, questões financeiras e até desemprego”, analisou.

Ainda segundo a assessora a paralisação é importante para permitir um descanso, justamente, às pessoas envolvidas neste modelo de aulas. “É um momento de pausa que todos estão precisando. Já é de praxe ter recesso no meio do ano, ainda mais agora num momento de tanta ansiedade e novas dinâmicas familiares. Será uma trégua onde crianças, famílias e professores poderão descansar um pouco para que retornem energizados no próximo semestre”, finalizou. Por decreto, as aulas presenciais estão suspensas até 31 de julho. A tendência, porém, é que esta data ainda seja estendida.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios