Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Além de desenvolver competências tecnológicas, o projeto “Fora de Sala” vem fortalecendo vínculos afetivos entre professores, estudantes e funcionários do colégio

As novas tecnologias digitais impactam de forma decisiva nosso modo de vida, em especial a forma como nos comunicamos. Uma iniciativa que está mostrando seu potencial educacional desde fevereiro de 2021 é o Podcast “Fora de Sala”, protagonizado por estudantes do Colégio Universitário de Londrina. Além de desenvolver competências relacionadas ao planejamento, ao trabalho em equipe e às tecnologias digitais, o projeto vem se destacando por aproximar e fortalecer vínculos afetivos entre estudantes, professores e funcionários do colégio.

Os podcasts são como programas de rádio, com durações e assuntos diversos, mas com a diferença que podem ser ouvidos em aparelhos celulares e computadores, em qualquer hora e lugar, tendo se tornado uma das mais renovadas e demandadas formas atuais de comunicar. As pessoas acessam podcasts para se informar e para entretenimento. Foi percebendo esse potencial que os professores do colégio, Carlos Roberto da Silva e Vagner M. Pinto, decidiram sugerir um podcast focado em educação.

Quem soprou a ideia foi Carlos Roberto, ao perceber que quebrar barreiras comunicativas ajudaria no processo educacional. “Sou amigo de vários professores e sei que são pessoas com histórias ótimas, que podem ensinar aos alunos além das matérias que ministram”. Compartilhando a ideia com o colega Vagner eles chegaram a uma proposta em que os alunos são protagonistas e podem compartilhar suas dúvidas, e os professores contam um pouco de suas histórias, em forma de bate papo, comum nos podcasts.

Além disso, a pandemia aumentou a distância na convivência entre professor e aluno, com as aulas acontecendo pela tela do computador, o que levou os dois professores a enxergarem na proposta uma oportunidade de reaproximação. “Neste projeto eles aprendem na prática como funciona a transmissão e a produção de conteúdo digital, habilidade fundamental para o mercado de trabalho do futuro”, argumenta Carlos Roberto.

Os alunos são os produtores dos programas do Fora de Sala. Eles escolhem as pautas de assuntos, os entrevistados e a abordagem. Para chegar a isso, contam com a mediação dos dois professores, que orientam a tomada de decisões.  O professor Carlos dá suporte presencial, acompanhando as gravações realizadas às terças-feiras. Já o professor Vagner dá o suporte no uso das tecnologias digitais e é o conselheiro que ajuda a equipe de alunos a vencer os problemas internos e trabalhar como equipe.

A prática criativa dos programas, porém, evoluiu e os alunos precisam cada vez menos da mediação e da palavra final dos professores para acertar na produção, pois já pegaram o rumo e venceram a fase inicial, cheia de dúvidas. Os assuntos mais importantes são mediados pelos professores, a coordenação e a direção do Colégio. No mais, os alunos têm autonomia para fazer reuniões de produção, planejamento e agenda de entrevistas.

O professor Vagner avalia que a iniciativa traz benefícios alinhados às competências do século XXI, que tanto são cobradas hoje no mercado de trabalho, como trabalho em equipe, resolução de problemas complexos, criatividade, comunicação, argumentação, entre outros. Há também conhecimentos fundamentais que não são comuns em sala de aula, lembra o professor, como edição de vídeo, gestão de mídias sociais, edição de áudio, gravação. “Vale destacar ainda a motivação dos alunos, pois muitos possuem uma agenda muito concorrida, mas ainda assim conseguem conciliar os estudos, manutenção de ótimas notas e atividades extracurriculares”, completa o docente.

Equipe dinâmica e comprometida

A produção do podcast reúne uma equipe de quatro alunas e dois alunos, onde todos entrevistam, decidem a montagem de pautas, ajudam na formulação de perguntas e no processo de gravação. “Eles escolhem os professores e demais profissionais de ensino que irão entrevistar, organizam todo o estúdio, depois editam a entrevista e disponibilizam o material nas redes sociais. Tudo isso supervisionado pelo professor Vagner e por mim”, diz Carlos Roberto. Em uma palavra o professor Vagner resume quanto um processo de comunicação criativa pode ajudar na aprendizagem em equipe e no desenvolvimento de responsabilidades: “Eles são fenomenais!”, afirma.

A aluna Rafaela Conte, integrante da equipe de produção, relata que quando foram selecionados pelos professores para formar a equipe do projeto, abraçaram-no como uma oportunidade. “Tudo começou em fevereiro quando eles nos convidaram e apresentaram a ideia para nós seis. A partir dali, começamos a desenvolver o Fora de Sala em conjunto, criando a nossa identidade”.

Rafaela conta que na equipe de seis produtores, todos têm funções específicas, como fazer a agenda, cuidar das redes sociais, fazer os cortes de edição, a parte técnica e demais tarefas, “mas para mantermos o grupo atualizado sobre todas as etapas da produção, e para que possamos tomar juntos quaisquer decisões necessárias, realizamos toda quinta uma reunião”. Nossa proposta é conhecer os professores e funcionários do colégio "fora de sala, em suas histórias e aprendizagens de vida”. A escolha do convidado é feita de acordo com pedidos de alunos, disponibilidade do professor e da dupla da equipe que estará mediando a conversa.

Falando sobre a importância do “Fora de Sala”, a estudante se revela uma editora de conteúdos, comprometida com o que faz. “É um projeto inédito e feito com muita dedicação e propósito. É perceptível o poder que esse conteúdo tem e conforme mais episódios são postados as pessoas percebem o valor que professores, funcionários e histórias reais tem em suas vidas”, argumenta, concluindo: “Em nossa equipe, fizemos e continuamos fazendo tudo com muito amor, planejamento e atenção aos detalhes. Isso tem sido um grande crescimento para todos nós, enquanto alunos, pessoas e futuros profissionais. Estamos estudando estratégias de engajamento e marketing, lidando com equipamentos tecnológicos, criação de conteúdo e desenvoltura em frente à câmera. Acho que nossa empolgação também acaba sendo transferida ao público!”

Com periodicidade semanal, o Fora de Sala está em várias plataformas digitais: no Youtube, no Instagram, no Twitter, no Tiktok e no Spotify. Os episódios podem ser acessados neste link:  https://linktr.ee/foradesalapodcast

Juliana Barbosa/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.