Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Junto com o deputado Alex Canziani (PTB-PR) presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação, Belinati lança nessa quarta (26) o processo seletivo nacional para contratação do futuro secretário em Londrina. As inscrições começam nessa quarta, 26, e vão até meados do mês Novembro.

Com iniciativa pioneira no Brasil, nessa quarta-feira (26), o prefeito eleito de Londrina, o deputado Marcelo Belinati (PP-PR), junto com o presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação, o deputado Alex Canziani (PTB-PR), lançam o processo seletivo nacional para escolha do futuro Secretário Municipal de Educação de Londrina. A solenidade será no plenário da Comissão de Educação da Câmara (plenário 10). As inscrições começam nessa quarta, 26, e vão até meados do mês Novembro.

A banca que irá avaliar os currículos dos candidatos contará com a participação de representantes da comunidade escolar - profissionais, pais e alunos, e de especialistas.

Eleito já no primeiro turno das eleições como prefeito da cidade do norte do Paraná, Belinati afirma que essa ideia pioneira de escolher o novo gestor da educação municipal por meio de uma chamada aberta (Nacional) é uma forma de inovar com qualidade, fazendo a diferença no desenvolvimento econômico e social da cidade.

Alex Canziani (PTB-PR) explica que, além de avaliar os currículos, a banca que fará a seleção irá considerar também o perfil e as competências socioemocionais dos candidatos. “Pode ser alguém de Londrina, do Paraná ou de outra parte do País, mas queremos escolher pelas habilidades pessoais e o entusiasmo. Acima de tudo, precisa ter uma grande paixão pela Educação”, acrescenta ele.

A iniciativa tem como objetivo buscar pessoas com perfil técnico que queiram contribuir com a administração pública. Segundo o prefeito eleito, a decisão de ampliar a procura a nível nacional se justifica "porque nós queremos ter o melhor secretário de Educação do Brasil, definido pela meritocracia e de maneira totalmente democrática, por critérios estritamente técnicos e não políticos, mas é importante destacar que educadores de Londrina poderão participar, aliás, seria muito bom que isso acontecesse", complementou Belinati.

O Secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares da Silva, confirmou presença. Também foram convidados os parlamentares da Frente Parlmentar Mista de Educação, a bancada de deputados federais do Paraná, além de membros do Ministério da Educação.

Desafios

Entusiasmo é o que não falta ao futuro prefeito, que precisa de todo apoio para enfrentar os enormes desafios em épocas de crise econômica.

"O nosso objetivo é que Londrina tenha o(a) melhor secretario(a) de Educação do Brasil, para que possamos construir com apoio de nossos educadores uma Educação de qualidade em nossa cidade”, promete Canziani.

Com 485 mil habitantes, Londrina é uma cidade sempre lembrada quando o assunto é a implantação de projetos pilotos, como o que a Unesco desenvolveu ano passado na área de governança educacional. No último Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), Londrina superou a meta estabelecida para os anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano). O município atingiu 6,5 nessa etapa – enquanto a meta era de 5.9.

Seleção

O processo seletivo será coordenado pelo Vetor Brasil, organização sem fins lucrativos especializada na alocação de profissionais em governos e programas de “trainee” para a gestão pública. “Os trainees do Vetor Brasil , já estão presentes em 15 governos de 14 estados da  federação” atesta Canziani, explicando também que os candidatos serão sabatinados por membros da comunidade escolar - professores, pais e alunos - e a banca avaliadora contará com membros da academia e especialistas.

Danielle Rodrigues/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios