Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Podem se matricular pessoas acima de 15 anos, adultos e idosos, interessados em concluir a alfabetização do nível fundamental

A Secretaria Municipal de Educação está recebendo matrículas de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos, interessados em concluir a alfabetização do nível fundamental – Fase I, que é do 1º ao 5º ano. Embora as aulas iniciem nesta terça-feira (24), junto com todos os alunos da Rede Municipal de Ensino, após o recesso de julho, as matrículas são realizadas constantemente e o início às aulas é imediato.

Para efetuar as matrículas basta se dirigir até uma das 40 unidades que oferecerem as aulas da EJA em 2018, distribuídas em todas as regiões da cidade, da zona rural e urbana. É necessário levar o CPF, RG e comprovante de residência, preferencialmente a conta de luz.

O processo pedagógico da EJA é apoiado em diferentes intervenções, mediações e metodologias de trabalho, bem como em experiências extraclasses como visitas de campo, exposições, mostras culturais, entre outras. Além das aulas, a Educação de Jovens e Adultos oferece artes, oficinas de culinária, informática, artesanato e diferentes produções.

Segundo a coordenadora dos trabalhos, Déborah Flora dos Santos, a EJA oportuniza a valorização do conhecimento e das experiências trazidas pelos alunos, avançando para a apropriação do conhecimento científico. “Este processo visa consolidar atitudes e valores voltados à formação de cidadãos críticos e protagonistas de sua história”, disse.

Neste sentido, de acordo dom Déborah, a Secretaria Municipal de Educação busca assegurar gratuitamente aos jovens, adultos e idosos, que não tiveram acesso à escolaridade regular, na idade apropriada, as oportunidades que considerem as características dos educandos, nos seus interesses, as suas condições de vida e trabalho, mediante uma educação de qualidade.

Déborah informou ainda que, neste ano, os professores da EJA terão ao todo 20 encontros de formação continuada com diversas temática acerca do estudo das Diretrizes da EJA, da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Currículo e a Avaliação na EJA, Diversidade, os Desafios do trabalho com a Educação Especial na EJA, Teoria Histórico-Cultural na EJA, entre outros temas.

Também está previsto, no calendário escolar, 18 encontros ao longo do ano onde serão implementadas e executadas diferentes ações referentes aos Projetos Especiais da EJA - Partilhando as Vivências e Experiência, por meio de Práticas Colaborativas, onde os educandos participam da discussão do currículo, inserindo ao longo do ano letivo as temáticas e discussões que consideram serem pertinentes e relevantes para os estudos, vivências e experiências.

Projovem

Além do atendimento com os anos iniciais, a Secretária Municipal de Educação também está atendendo os anos finais, do 6º ao 9º ano, na Escola Municipal José Garcia Villar, com o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano), onde estão participando 200 jovens estudantes.

Dayane Albuquerque/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL