Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com 8 instituições do Programa do MEC, o estado será o que terá o maior número dessas instituições do Brasil

O Paraná foi contemplado com mais quatro escolas do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, de iniciativa do Ministério da Educação. Uma em Londrina, duas em Cascavel e uma e Foz do Iguaçu. O estado, que já contava com outras quatro instituições, agora terá oito, tornando-se, assim, a região com o maior número de escolas cívico-militares do Brasil. A informação foi anunciada pelo Ministro Abraham Weintraub à Bancada do Paraná em reunião realizada, ontem (18), no Ministério.

Os municípios de Curitiba, Colombo, Londrina e Foz do Iguaçu já haviam sido escolhidos para participarem do programa. No entanto, o deputado federal Diego Garcia (Podemos-PR) explica que, a partir de uma parceria da Itaipu Binacional com o MEC, a viabilização de novas escolas para o Paraná seria possível. "Sabendo dessa nova possibilidade, corremos atrás e trabalhamos para dar celeridade na viabilização de quatro novas escolas para o estado", explica.

Com o investimento, agora serão implementadas, no total, duas escolas em Londrina, uma em Curitiba, duas em Cascavel, uma em Colombo e duas em Foz do Iguaçu. "Essa é uma grande conquista para o avanço da educação no Paraná. As escolas cívico-militares além de trazerem uma melhor qualidade no ensino, vão dar a possibilidade de alunos em situação de vulnerabilidade social terem a oportunidade de acesso a uma educação digna para a sua formação", destaca Garcia.

Segundo o parlamentar, a bancada dos deputados federais do Paraná vai se dedicar para viabilizar a implementação de mais escolas do programa. "Temos certeza que o programa das escolas cívicos-militares será um grande sucesso no Paraná. E, durante a reunião com o ministro Weintraub, já fizemos a reivindicação de mais escolas para outros municípios. A partir dos resultados positivos, ganharemos mais força para poder alcançar esse objetivo".

Escolas cívico-militares

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. O modelo a ser implementado pelo MEC tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia nos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares.

Os militares atuarão no apoio à gestão escolar e à gestão educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuarão responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.

Mariana Torres/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.