Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com 8 instituições do Programa do MEC, o estado será o que terá o maior número dessas instituições do Brasil

O Paraná foi contemplado com mais quatro escolas do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, de iniciativa do Ministério da Educação. Uma em Londrina, duas em Cascavel e uma e Foz do Iguaçu. O estado, que já contava com outras quatro instituições, agora terá oito, tornando-se, assim, a região com o maior número de escolas cívico-militares do Brasil. A informação foi anunciada pelo Ministro Abraham Weintraub à Bancada do Paraná em reunião realizada, ontem (18), no Ministério.

Os municípios de Curitiba, Colombo, Londrina e Foz do Iguaçu já haviam sido escolhidos para participarem do programa. No entanto, o deputado federal Diego Garcia (Podemos-PR) explica que, a partir de uma parceria da Itaipu Binacional com o MEC, a viabilização de novas escolas para o Paraná seria possível. "Sabendo dessa nova possibilidade, corremos atrás e trabalhamos para dar celeridade na viabilização de quatro novas escolas para o estado", explica.

Com o investimento, agora serão implementadas, no total, duas escolas em Londrina, uma em Curitiba, duas em Cascavel, uma em Colombo e duas em Foz do Iguaçu. "Essa é uma grande conquista para o avanço da educação no Paraná. As escolas cívico-militares além de trazerem uma melhor qualidade no ensino, vão dar a possibilidade de alunos em situação de vulnerabilidade social terem a oportunidade de acesso a uma educação digna para a sua formação", destaca Garcia.

Segundo o parlamentar, a bancada dos deputados federais do Paraná vai se dedicar para viabilizar a implementação de mais escolas do programa. "Temos certeza que o programa das escolas cívicos-militares será um grande sucesso no Paraná. E, durante a reunião com o ministro Weintraub, já fizemos a reivindicação de mais escolas para outros municípios. A partir dos resultados positivos, ganharemos mais força para poder alcançar esse objetivo".

Escolas cívico-militares

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. O modelo a ser implementado pelo MEC tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia nos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares.

Os militares atuarão no apoio à gestão escolar e à gestão educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuarão responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.

Mariana Torres/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios