Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Programa que utiliza meios eletrônicos para conferência de textos precisa ser averiguado.

Na intenção de fiscalizar a forma como são feitas as correções das redações dos estudantes do ensino público paranaense, que passou a ser realizada por meio eletrônico, o Deputado Estadual Requião Filho protocolou esta semana um pedido de informações a Secretaria da Educação para entender melhor como isso impacta no resultado final das avaliações pedagógicas.

“Se existe uma ferramenta avaliando e melhorando o texto dos alunos, sem fazer eles aprenderem, podem estar maquiando o processo educacional do Estado. Por isso, queremos saber como isso funciona, quem gerencia essa plataforma e como foi adquirida pela SEED”, justificou.

No documento, Requião Filho questiona se a Secretaria realizou avaliação dos resultados, qual o custo da plataforma, o número de estudantes atendidos e se os professores foram treinados para usar e orientar os alunos

Milton Junior/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.