Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Iniciativa é para estudantes cotistas oriundos de escolas públicas que queiram participar do programa de inclusão, pesquisa e extensão universitária. Inscrições  seguem até 30 de abril.

A Universidade Estadual de Londrina abriu ontem (15), as inscrições para estudantes cotistas provenientes de escolas públicas interessados em participar do Programa Institucional de Apoio à Inclusão Social, Pesquisa e Extensão Universitária (PIBIS) 2021. A iniciativa é da UEL e Fundação Araucária.

O programa prevê a concessão de bolsas permanência no valor de R$ 400 pelo período de um ano. Os interessados têm até 30 de abril para fazer a inscrição, preenchendo formulário eletrônico disponível AQUI. O edital tem o objetivo de incentivar estudantes cotistas oriundos de escolas públicas a participarem de projetos e programas acadêmicos, incluindo atividades científicas, tecnológicas e de inovação.

Os interessados deverão participar primeiramente da seleção socioeconômica, que será realizada pela equipe do Serviço de Bem-Estar à Comunidade (SEBEC) da UEL. Devido à pandemia do novo coronavírus, todo o processo será feito considerando a documentação do candidato, sem entrevistas. Caberá ao candidato enviar a documentação em formato eletrônico, via internet, conforme estabelecido no Edital.

Etapas

A equipe do Sebec divulgará a primeira lista dos classificados no dia 18 de maio, a partir das 17 horas, no endereço do programa. A listagem final, com candidatos deferidos ou não, será divulgada em 24 de maio, a partir das 17 horas, no mesmo endereço.

Em uma segunda etapa, os classificados deverão participar de projetos ou programas cadastrados junto às pró-reitorias acadêmicas – Pró-reitoria de Graduação (Prograd)Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (Proex) ou Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Proppg).

Segundo a diretora de Apoio à Ação Pedagógica da Pró-reitoria de Graduação (Prograd), professora Ana Márcia Tucci de Carvalho, a realização das etapas de classificação acadêmica dos candidatos está condicionada à divulgação do edital Pibis pela Fundação Araucária.

Ana Márcia explica que a etapa de seleção socioeconômica é bastante detalhada, o que exige tempo para que a equipe do Sebec possa analisar toda a documentação e fazer a classificação, de acordo com critérios sociais.

Contemplados

Segundo a diretora, a expectativa é de que a UEL possa repetir a média de contemplados registrada nos últimos três anos. Em 2018 e 2019 foram concedidas 131 bolsas de inclusão. No ano passado foram outras 122.

Ainda segundo ela, o Edital é importante porque foca a permanência do estudante cotista na sua graduação, ao mesmo tempo em que incentiva a formação de recursos humanos a partir da participação em projetos de pesquisa em ensino, extensão universitária e pesquisa, direcionados a temas de interesse social.

Para mais detalhes sobre o processo de seleção, confira o Edital SEBEC/PROGRAD/PROPPG/PROEX Nº 01/2021.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.