Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

De acordo com o Times Higher Education (THE) – Latin America 2020, a UEL, UEM, UEPG e Unioeste despontam entre as melhores instituições de ensino superior latino-americanas.

As universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e do Oeste do Paraná (Unioeste) aparecem entre as melhores da América Latina segundo o Times Higher Education (THE) - LatinAmerica 2020, divulgado na terça-feira (07).

O ranking avaliou 166 Instituições de Ensino Superior de 13 países. O Brasil é o mais representado na tabela com 61 instituições, seguido do Chile com 30 e Colômbia com 23.

O THE Latin America 2020 considerou cinco indicadores principais, como ensino, pesquisa, citações de trabalhos, visão internacional e transferência de conhecimento para a indústria. As instituições recebem uma pontuação para cada um desses critérios que têm pesos diferentes para a nota final.

“Anualmente, as universidades estaduais do Paraná aparecem em posição de destaque em rankings nacionais e internacionais. A classificação entre as melhores da América Latina é resultado do trabalho dos professores, estudantes e agentes universitários que se empenham diariamente no ensino, pesquisa e extensão”, destacou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona.

A UEL ficou entre as 50 melhores da América Latina, destacando-se como a 27ª brasileira e a 3ª melhor avaliada entre todas as universidades do Paraná.

Para a diretora de Avaliação e Informação Institucional da Pró-reitoria de Planejamento da UEL, Elisa Emi Tanaka Carloto, a posição da universidade pode ser considerada importante tanto no cômputo geral como nos dados estratificados, que a colocam em posição destaque no Estado, no País e na América Latina.

A UEPG aparece na posição 65ª na classificação geral, na 32ª no Brasil e como a 4ª melhor do Estado. “A crescente melhoria no posicionamento do ranking realizado pela revista THE, e em outros rankings, mostra um amadurecimento da universidade como um todo em suas várias áreas e demonstra que a instituição vem ocupando um espaço de excelência no Brasil e no mundo”, destaca o reitor da instituição, Miguel Sanches Neto.

Em seguida, está a UEM em 81ª. É a 36ª melhor universidade do Brasil e aparece entre as cinco melhores do Paraná. A Unioeste está entre as 100 universidades mais bem colocadas da América Latina, é a 51ª do Brasil e a 6ª do Estado.

“Estar ranqueado já é uma grande conquista, ainda mais entre as 81 melhores da América Latina. Nessa edição, melhoramos ainda mais nossa nota em critérios como internacionalização e qualidade de ensino”, destacou o chefe da Divisão de Planos e Informações da Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da UEM, Bruno Montanari Razza.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.