Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Encontro faz parte do projeto Literatura na Biblioteca, que discute as obras literárias solicitadas pelo vestibular da UEL

Na próxima segunda-feira (2), a partir das 18h30, haverá um bate-papo sobre o livro “Clara dos Anjos”, do escritor Lima Barreto, na Biblioteca Pública Municipal Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, localizada na Avenida Rio de Janeiro, 413, centro. No dia 18, foi realizada uma palestra sobre a obra.

A iniciativa faz parte do projeto Literatura na Biblioteca, cujo objetivo é debater e discutir as obras literárias solicitadas pelo vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL). O projeto é gratuito e para participar basta comparecer na Biblioteca no horário do encontro e fazer a inscrição no local. A classificação etária é livre. Mais informações podem ser obtidas no telefone 3371-6500.

O projeto Literatura na Biblioteca é resultado de uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Diretoria de Bibliotecas, com o Departamento de Pós Graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina (UEL). As palestras e bate-papo são conduzidos e mediados por mestrandos e doutorandos do programa de Estudos Literários da universidade.

Segundo a diretora das Bibliotecas Públicas Municipais de Londrina, Leda Maria Araújo, o projeto possibilita que a biblioteca pública exerça seu papel educativo, cultural e social na cidade de Londrina. “Inclui os jovens, forma leitores críticos e reflexivos e transforma vidas”, ressaltou.

Este é o segundo ano consecutivo que a iniciativa é realizada. No ano passado, 259 pessoas participaram dos 20 debates. Em 2018, a ação acontecerá até outubro e serão realizadas palestras e ciclo de debates com todos os livros que serão cobrados no vestibular da UEL. Cada obra recebe dois encontros, totalizando 20 reuniões para discutir os 10 livros que compõem a lista cobrada pela universidade.

Sobre o livro

O romance Clara dos Anjos aborda os preconceitos raciais, sociais e de gênero, no início do século 20. Expõe o papel feminino e os preconceitos que a mulher sofria naquela época, incluindo a submissão, o abandono, a violência e o constrangimento público. O autor do livro, Lima Barreto, é um dos maiores escritores do pré-modernismo brasileiro.

Dayane Albuquerque/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL