Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ao redigir este artigo, cumprindo prazo de entrega para os jornais (5a feira), olho o calendário à minha frente e noto faltar apenas um dia para o jogo inaugural da Copa do Mundo, na África do Sul. Aliás, a primeira nação africana a sediar o principal evento futebolístico do planeta.

Este é um ano significativo para os sul-africanos. Eles comemoram duas décadas da libertação de Nelson Mandela, líder na luta contra o apartheid. Por sinal, estando no Brasil em 1998, ele recebeu do ParlaMundi da LBV a Comenda da Ordem do Mérito da Fraternidade Ecumênica.

Apesar do fim do regime de segregação racial, pode-se perceber, ainda nos dias atuais, acentuada desigualdade social no país. Quarenta por cento da população sobrevive com dois dólares/dia. Mas as coisas, embora lentamente, estão melhorando. Uma classe média negra (mais de 2,5 milhões de pessoas) começa a influenciar a economia local.

Situada na mesma latitude do sul do Brasil, antiga rota de navegação para as Índias, terra rica em minérios, dos 49,5 milhões de habitantes, 2% são de origem indiana, 9% de brancos, outros 9% de mestiços; e a maioria esmagadora, 80%, de negros.

Povo de diversas etnias – são 11 idiomas oficiais –, a mais conhecida é a zulu (formada por guerreiros que derrotaram os ingleses no século 19), cuja língua é a mais falada. Para não haver dificuldades de comunicação entre os grupos étnicos, o inglês, usado pela quase totalidade dos cidadãos, surge como mediador.

Na semana que vem, vamos conhecer outros aspectos sociais e históricos desse belo país.

SELEÇÃO DA SOLIDARIEDADE

Aqui no Brasil, craques do futebol nacional e do exterior e que foram convocados para a Copa do Mundo 2010 participam de uma grande ação solidária promovida pela Legião da Boa Vontade. Trata-se da Campanha África do Sul 2010 — Fiz um gol pela infância brasileira! Visa mobilizar a todos na ajuda às crianças em situação de vulnerabilidade social. Aqueles que colaborarem receberão uma camisa com as assinaturas de renomados esportistas, entre eles: Robinho, Julio César, Doni, Juan, Luisão, Maicon, Gilberto Silva, Júlio Baptista, Josué, Nilmar e Elano. A iniciativa também homenageia ícones do futebol brasileiro como Pelé, Zagallo, Zico, Marcos e Cafu, que sempre apoiaram a LBV. Faça sua doação e garanta a camisa acessando o site www.euajudoamudar.org.

José de Paiva Netto é jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios