Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O dramaturgo e poeta francês Victor Hugo (1802-1885) ensinava que “o Espírito se enriquece com aquilo que recebe, e o coração, com o que dá”.

Ora, sem o Amor, que é Deus, o ser humano vive desgovernado, longe da Verdade, que é a Palavra Dele. (Evangelho de Jesus segundo João, 17:17: “Pai, Tua Palavra é a Verdade”.)

Se você não crê na existência do Pai Celestial, não se sinta excluído pela minha afirmativa. Pense então em bom senso, porque quem não o exercita também vive em desgoverno.

Deus tem muitos sinônimos, tais como Fraternidade, Solidariedade, Compaixão, Clemência, Generosidade, Misericórdia, Altruísmo, Justiça e tudo o mais que valoriza a criatura humana, conduzindo-a à Paz consigo mesma, extensivamente aos outros.

A Face Divina

Por consequência, o Criador não apoia manifestações de ódio em Seu Santo Nome. Muito apreciável, portanto, esta admoestação de Martinho Lutero (1483-1546): “Não desejo que as pessoas lutem em favor do Evangelho pela força e pelo morticínio. O mundo tem de ser conquistado com a palavra de Deus”.

A que Deus se refere o Reformador? Certamente que não ao antropomórfico, criado à imagem e semelhança do homem, mas a respeito Daquele, definido por João Evangelista, na sua Primeira Epístola, 4:16: “E nós conhecemos e cremos no Amor que Deus tem por nós. Deus é Amor. E aquele que permanece no Amor permanece em Deus, e Deus, nele”.

O versículo de sua preferência na Bíblia fala por si, no concernente à ação desse Ser, com um exemplo máximo: “De tal maneira amou Deus ao mundo, que lhe mandou o Seu Filho Unigênito, de forma que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a Vida Eterna”. (Evangelho do Cristo segundo João, 3:16). O velho pregador germânico sabia que não há caminho, senão o do Amor, sinônimo de Caridade.

Outro sábio da História, Dante Alighieri (1265-1321), em “A Divina Comédia”, escreveu: “O Amor é a energia que move os mundos”. Por isso, viver afastado Dele é sofrer a orfandade da Alma. O Deus divino não tem bigode nem barba. A Sua Face é o Amor.

Walcyr Carrasco

Um sonho do autor enquanto repousava durante viagem realizada à África. Assim nasceu a nova obra do ilustre escritor Walcyr Carrasco, renomado por suas peças teatrais e novelas de grande repercussão.

 “Juntos para sempre” é o título lançado no último dia 3 de abril, quarta-feira, no Rio de Janeiro.

Com satisfação, recebi um exemplar autografado: “Paiva Netto, parabéns pelo seu trabalho! É iluminado por Deus! Abração. Walcyr Carrasco”.

Grato, estimado Walcyr, pelas palavras fraternas. Lerei o livro com atenção.
José de Paiva Netto — Jornalista, radialista e escritor. -
paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios