Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na madrugada de sábado, 27/2, um terremoto de 8,8 graus de magnitude – originado no oceano, perto da cidade de Concepción, seguido de dezenas de réplicas de magnitudes entre 6,9 e 6,2 – atingiu a região central do Chile, uma das áreas mais populosas do país (cerca de 75% dos habitantes). Segundo o Escritório Nacional de Emergência do Chile (ONEMI), o tremor ocorreu próximo da superfície, a 35 quilômetros de profundidade. Nas regiões de Maule, Bio Bio e La Araucania foi declarado “estado de catástrofe” pela presidente do país, Michelle Bachelet. O abalo sísmico foi tão forte que pôde ser sentido em países vizinhos, incluído o Brasil. 

Até o fechamento desta coluna, as autoridades chilenas já constatavam a triste realidade de mais de 700 mortos, muitos em consequência dos tsunamis, e dois milhões de desabrigados. O embaixador do Brasil no Chile, Mário Vilalva, não descarta a possibilidade de haver brasileiros entre as vítimas, já que, segundo o Itamaraty, o número de brasileiros residentes ou em passagem pelo Chile chega a 12 mil.

A nossa solidariedade ao povo chileno, rogando ao Pai Celestial que conforte o coração daqueles que perderam seus entes queridos e lhes fortaleça a Fé Realizante na nobre tarefa de reconstrução do seu país.

ACADÊMICO JOSÉ MINDLIN

Nossos sentimentos aos familiares do respeitado bibliófilo e empresário José Mindlin que, no domingo, 28/2, voltou, aos 95 anos, à Pátria Espiritual. Mindlin ocupava a cadeira 29 da Academia Brasileira de Letras.
Ao Espírito eterno de nosso amigo, as melhores vibrações de Paz e Fraternidade da LBV.

INIMIGO SILENCIOSO

Numa excelente matéria produzida pelo programa Viver é Melhor!, da Boa Vontade TV (canal 23 da SKY), o dr. Fadlo Fraige Filho, endocrinologista, presidente da ANAD (Associação Nacional de Assistência ao Diabético) e da FENAD (Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes), trouxe importantes esclarecimentos sobre o perigo do diabetes e das doenças a ele correlacionadas.
Abordamos, mais uma vez, esse relevante tema por se tratar de assunto de saúde pública, sempre necessitado de maior divulgação entre o povo. 

DADOS ALARMANTES

Acerca do impacto do diabetes na área da saúde, dr. Fadlo afirmou que “para a Organização Mundial da Saúde (OMS) o diabetes e a obesidade são duas epidemias de males crônicos. Ambas andam juntas porque a obesidade acaba sendo um passaporte para o diabetes. É um fator desencadeante para aqueles que geneticamente já têm a doença. São dois os tipos básicos de diabetes. O tipo 1, que se manifesta na infância e adolescência, é autoimune, não muito ligado à genética (5% a 10% de todos os diabéticos). Já de 90% a 95% dos doentes são do tipo 2, que se manifesta na fase adulta e geralmente vem com a obesidade: 80% deles são obesos. Calcula-se em torno de 230 milhões o número de pessoas com diabetes no planeta. No Brasil são, em média, 10 milhões. Uma parte, cerca de 40%, tem a doença e não sabe. Ela é silenciosa, evolui sem que percebamos. Você que é parente de diabéticos, ou que é obeso, tem hipertensão, tem de fazer seus exames periodicamente, porque é possível que você venha a desenvolver o diabetes”. 

De acordo com a OMS, hoje, a cada cinco segundos, uma pessoa no planeta contrai o diabetes. E ainda consoante o endocrinologista, “é a primeira causa de cegueira e de amputações de membros inferiores no mundo”.
Que mais e mais pessoas se conscientizem da urgente necessidade de cuidar da saúde. Somente assim poderemos vencer o diabetes, terrível e silencioso inimigo.
Na versão on-line deste meu artigo, você encontra outros trechos da entrevista. Acesse www.boavontade.com e boa leitura.
José de Paiva Netto é jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios