Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Templo da Boa Vontade, uma das Sete Maravilhas de Brasília, comemorará 23 anos no próximo dia 21. A data integra o Calendário Oficial de Eventos do DF. Neste mês, extensa programação cívica, cultural, educativa e artística marca as festividades. Participe também desse espírito de convergência solidária. Para outras informações, ligue (61) 3114-1070 ou acesse www.boavontade.com.

          Uma das atrações do roteiro turístico oficial da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, o TBV é verdadeiramente um território de Paz e reflexão. Estudiosos e especialistas atestam o poder que uma oração ou um pensamento positivo exerce sobre a saúde psíquica, material e espiritual da criatura. Imaginemos a intensidade benéfica que esse ato multiplicado pode alcançar quando, reunidas, diferentes crenças ou descrenças respeitosamente se encontram. É a missão do Templo da Paz: proporcionar um espaço de Espiritualidade Ecumênica, onde o ser humano consiga expressar sua Fé ou aspiração elevada sem que se sinta constrangido.

MINISTRO GARIBALDI ALVES FILHO

          O Templo da LBV recebeu recentemente a visita do ilustre ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho. Esteve acompanhado de Lindolfo Sales, chefe de Gabinete, e de João Paulo Mendes Madruga, assessor especial. Eles conheceram as instalações, apreciando seus diversos ambientes. Obrigado, ministro.

DR. ADISON DO AMARAL

          Todos os anos, nessa ocasião, o dr. Adison do Amaral comparece com sua fraterna homenagem ao TBV. Juiz de paz titular, acadêmico do Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal, ele se destaca igualmente como escritor, poeta e prosador. Observa-se isso nas palavras que me mandou, “versos trissílabos, parafraseando Horácio in Carmen Saecularae: Pro Imperii Romani Incolumitate”, como ele mesmo explica:

“Templo da LBV
“Almo sol/ Que este dia/ Ilumina,/ Que jamais/ Possas ver/ Algo mais/ Belo que/ Este templo/ Da LBV”.

Grato, dr. Adison.

JESUS, O ETERNO EDUCADOR

          Quinze de outubro é o Dia do Professor. Para saudá-los, trago-lhes, de meu livro “É urgente reeducar!”, inspirador modelo de dedicação ao próximo com o qual inúmeros heróis do ensino se identificam:

Tudo tem o seu tempo. Jesus, o Cristo Ecumênico e Divino Estadista, permanece!

Ele disse: “Passará o Céu, passará a Terra, mas as minhas palavras não passarão” (Evangelho segundo Lucas, 21:33).

Alguém pode exclamar: “Mas e minha mãe, e meu pai, e os companheiros que partiram?!...”

Mas quem disse que eles se foram?! Apenas ocorre o que descreveu o talentoso escritor e poeta português Fernando Pessoa (1888-1935): “A morte é a curva da estrada. Morrer é só não ser visto”.

          Ora, na verdade, os mortos não morrem!

          É preciso esclarecer, então, que nessa minha assertiva procuro exaltar o sentido de eternidade do que realmente é perene neste mundo: o Amor Fraterno, exemplificado pelo Divino Mestre em sacrifício por todos nós. O verdadeiro Amor nunca se extingue, ipso facto, persiste sempre, mesmo durante as piores tormentas.

José de Paiva Netto — Jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios