Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Entre Linhas 01/12/2017  10h23

VAMO, VAMO, CHAPÊ!

Durante nossa vida, várias são as datas que nos marcam, algumas positivamente, outras nem tanto. Nesta semana completou-se um ano do acidente que vitimou a delegação da Chapecoense, tripulação e jornalistas. 

Para nós, que estamos no jornalismo, acredito que as imagens estejam mais vivas dada a cobertura feita naquele dia, foram muitas informações desencontradas muitas especulações, notícias que chegavam que mais confundiam do que esclareciam devido a distância e falta de fontes. Mas apesar das dificuldades o jornalismo brasileiro provou que ainda vive dignamente. 

Faço essa reflexão pois acho necessário entendermos o porquê de cada coisa existir. Como seres humanos, somos limitados, não possuímos o controle de tudo, uma tragédia como essa nos faz pensar até onde podemos chegar no controle de nossas vidas. Aquele avião da Lamia carregava mais do que jogadores e jornalistas, ele transportava sonhos de todo o tipo; chegar à seleção, jogar na Europa, trabalhar em uma grande emissora...Enfim, sonhos tão comuns quanto o meu e o seu.

Passado um ano, a Chapecoense se mantém firme, garantiu sua permanência na série A e pode até conseguir se classificar para a Libertadores. Pensando assim até parece fácil, mas este clube teve que buscar forças na sua história para se manter firme, um exemplo para o mundo. 

Em meio a tanta tristeza, o futebol mostrou mais uma vez que pode unir as pessoas. Sei disso porque mais viva do que as imagens daquela tragédia, estão os gritos de VAMO, VAMO, CHAPÊ! Ecoados pelo mundo inteiro. 

Jordino Neto/JU

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios