Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Instrumentista e compositor francês faz show tocando Cristal Baschet, instrumento pouco conhecido do público; ingressos custam R$30 e R$15

A Série Palcos Musicais encerra a temporada de 2016 com uma apresentação especial e internacional na terça-feira (6). Pela primeira vez na cidade, a atração é o instrumentista e compositor francês Michel Deneuve, referência mundial em Cristal Baschet, instrumento inusitado que tem a sonoridade e a delicadeza do cristal. O espetáculo musical será às 20h30, no Teatro Mãe de Deus, que fica na Avenida Rio de Janeiro, 700.

O Cristal Baschet é um instrumento raro e quase desconhecido do público. Criado em 1952 pelos irmãos Bernard e François Baschet, o instrumento é composto por um teclado com hastes de vidro, que são friccionadas com dedos umedecidos, lembrando muito o princípio físico das taças de cristal com água.

Michel Deneuve está fazendo uma curta turnê no país, a convite do Solo Música, da Caixa Cultural, com recitais em Brasília, Curitiba e, agora, em Londrina. O espetáculo, “Il n’y a pas d’amour sans paix” (Não há amor sem paz),  traz no programa adaptações que Deneuve fez para Cristal Baschet, obras conhecidas e outras de sua autoria, compostas especialmente para o instrumento que possibilita uma nova sonoridade, mesmo para músicas conhecidas.

Entre as adaptações que Deneuve fez para Cristal Baschet, estão obras conhecidas como o “Prelúdio Nº 1 em Dó, BWV 846”, de Johann Sebastian Bach e a “Gnossiene Nº 1”, de Erik Satie. O músico traz também uma obra pouco conhecida de Mozart: “Adágio em Fá Maior para Harmônica de Vidro k. 356”, um instrumento antecessor ao Baschet. Michel Deneuve também interpretará diversas obras de sua autoria, compostas especialmente para o instrumento.
 
Virtuose - Dedicado ao Cristal Baschet desde 1975, Michel Deneuve trabalhou com os irmãos Baschet em 1977, colaborando diretamente no aperfeiçoamento do instrumento. Na França, se apresentou com músicos importantes como o baixo-barítono José Van Dam, o violista Jean Baptiste Brunier, os violoncelistas Marc e Dominique de Willancourt Drobinsky, os flautistas Jean Ferrandis e Philippe Bernold, o trompetista Guy e Touvron, os pianistas Amoyel Pascal e Alain Kremski e o Fine Arts Quartet.

Michel Deneuve também se apresentou em concertos com maestros como Constantin Simonovitch, Christoph Escher e Françoise Christophe Legrand. Além disso, compôs para o teatro, coreografia, poesia e cinema, além de peças para o instrumento solista e conjunto instrumental. Já lançou cinco CDs.

Cristal Baschet - Criado em Paris em 1952, pelo engenheiro Bernard e o escultor François Baschet, o Cristal Baschet demandou três anos de pesquisas para atingir seu modelo inicial. Passou por diversas modificações ao longo da história. É um instrumento cromático, cujo teclado é composto por hastes de vidro com 56 ‘teclas’ conectadas a barras de metal, que são friccionadas por dedos umedecidos.

Ao contrário da Glass Harmônica de Benjamin Franklin, os bastões de vidro do Cristal não possuem som. A origem do som é um eixo de aço incorporado ao bloco de metal. As vibrações provocadas pelos dedos nas hastes são transmitidas então até os amplificadores (cones). Os amplificadores podem ser de várias formas e materiais (aço inoxidável, fibra de carbono ou fibra de vidro). Atualmente há duas versões do instrumento, aperfeiçoadas por Bernard Baschet com colaboração de Deneuve.

Ingressos - Os ingressos para o recital custam R$30 e R$15 (meia-entrada). Para clientes Unimed, patrocinadora do evento, a entrada sai por R$10, sendo necessário apresentar a carteirinha.

Os convites podem ser adquiridos online pelo link goo.gl/2adVo6 ; na Livraria da Silvia (Rua Belo Horizonte, 900), no Bar Brasiliano (Rua Espírito Santo, 655) e no dia do evento, a partir das 14 horas, na bilheteria do Teatro Mãe de Deus (Avenida Rio de Janeiro, 700). Mais informações sobre o evento podem ser acessadas no endereço https://www.facebook.com/events/1668595296763768/ .

Realização - A Temporada da Série Palcos Musicais 2016 é organizada pela Artis Colégium e possui patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), Unimed e John Deere/Horizon. Conta com o apoio da Rádio UEL FM, CBN, SESI, Hotel Crystal, Londrina Convention, Brasiliano e Livraria da Silvia.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios