Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A primeira visita não poderia ter sido diferente. Foi na modalidade que o projetou como um dos nomes mais expressivos do esporte paranaense, o futebol. No Estádio Anilado, local onde foram realizados dois dos quatro jogos das quartas de final do futebol, o árbitro Heber Roberto Lopes, despertou a atenção de atletas, dirigentes e equipe de arbitragem com sua presença ilustre. Em meio a fotos e autógrafos, ele iniciou o domingo (17.11) de visitas aos Jogos da Juventude, fase final da divisão B, que estão acontecendo em Francisco Beltrão, competição essa, na qual ele também atuou como árbitro no início de sua carreira.

Natural de Londrina, Heber Roberto Lopes iniciou sua carreira ainda menor de idade, quando atuou em diversas competições amadoras de futebol e futsal em sua cidade. No início dos anos 1990, após uma passagem pela Itália, onde tentou carreira de árbitro profissional, Heber retornou ao Brasil, atuando nos jogos oficiais do estado, mas foi em 1994, que finalmente realizou um dos seus sonhos, quando foi aprovado no curso de árbitro da Federação Paranaense de Futebol. A partir de então, Heber construiu uma das carreiras mais sólidas dentro da arbitragem mundial, sendo promovido para o quadro da CBF e, por fim, em 2002, ao quadro de árbitros da FIFA.

Acompanhado do coordenador técnico dos Jogos da Juventude em Francisco Beltrão, Agnaldo Luiz Baldo, Heber comentou sobre sua visita e relembrou passagens que viveu na época em que atuou na arbitragem dos JOJUPS. “De passagem pela região eu jamais poderia deixar de visitar os jogos, para rever amigos que fiz dentro da Secretaria de Esportes do Estado como o próprio Agnaldo, o qual conheci quando atuei nos Jogos Abertos, Escolares e Juventude, onde vivi um período maravilhoso da minha vida. De lá para cá, me tornei profissional e me falta este convívio com atletas, portanto esta visita foi mesmo para relembrar um momento a qual éramos felizes e não sabíamos. Na época em que atuei nos jogos, não existia hotéis e sim alojamentos, lá nós dividíamos chuteiras, meias, ou seja, tínhamos um contato direto com todos. Hoje hospedamos em ótimos hotéis, porém falta justamente este humanismo e aqui nos JOJUPS, pude reviver isto”, comentou Heber.

Com o olhar atento ao gramado, Heber acompanhou a definição dos semifinalistas do futebol e posteriormente encerrou sua visita, passando pelas instalações da CCO e refeitório, onde almoçou com os atletas.

A 32ª edição dos Jogos da Juventude do Paraná (JOJUPS), Divisão B, são uma realização do Governo do Estado, por meio da Superintendência do Esporte e apoio da cidade de Francisco Beltrão.

Jaqueline Galvão/Marco Antônio Lemes/ Com/Jojups

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios