Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeiro colocado na classificação desde 2016, Guilherme Belarmino vai representar o Brasil no Campeonato Mundial da modalidade, que acontecerá na Itália, em outubro

Em classificação divulgada na quarta-feira (9), o atleta londrinense Guilherme Belarmino, permanece na primeira posição do ranking nacional da Confederação Brasileira de Kickboxing, na categoria até 81kg, faixa preta. Belarmino tem mantido essa colocação desde 2016, quando a listagem teve início.

O atleta, que integra a equipe Londrina Kickboxing/IPEC/Júnior Vidal Team/OFF, tem o apoio da Prefeitura de Londrina, por meio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), através do Fundo Especial de Incentivo a Programas Esportivos (FEIPE). Segundo Belarmino, o patrocínio, que ocorre desde 2017, tem proporcionado um importante auxílio financeiro, que possibilita a sua participação em campeonatos nacionais e internacionais.

“O FEIPE mostra que o esporte é capaz de realizar sonhos, e que os atletas que moram em Londrina podem chegar longe. Agradeço à FEL pelo importante apoio ao kickboxing e a outras modalidades esportivas, assim como o prefeito Marcelo Belinati e o vereador Madureira”, disse.

O presidente da FEL, Marcelo Oguido, parabenizou o lutador e ressaltou que, mesmo com todas as dificuldades ocasionadas pela pandemia, Belarmino tem se mantido como um atleta de ponta no cenário nacional. “Ele é um verdadeiro guerreiro, e esse ranking é muito importante porque dá condições de disputar torneios internacionais. Para a nossa cidade, isso é muito gratificante. Londrina é um celeiro de atletas de destaque em diversas modalidades, e o FEIPE oferece uma ajuda fundamental para que eles possam treinar e viajar para participar de competições”, disse.

Campeonato mundial

Junto a outros 20 atletas brasileiros, Belarmino está selecionado para representar o país no Campeonato Mundial de Kickboxing, que será realizado de 15 a 24 de outubro em Jesolo, na Itália. Será o quarto mundial consecutivo em que o atleta participa. “Estou trabalhando duro, com o objetivo de ser o primeiro atleta brasileiro, homem, a conquistar o campeonato mundial”, afirmou.

Em 2017, Belarmino obteve o terceiro lugar no WAKO – World Association of Kickboxing Organizations, ranking mundial da modalidade. Atualmente,o lutador está em décimo-oitavo na listagem.

Apoio

Entre outros parceiros, Belarmino recebe apoio da Villa Nutri, Academia CF-PR 43, Colégio Ética, Lapida Força e Condicionamento, do psicólogo Ricardo Baracho e do fisioterapeuta Rodrigo Minholi.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios