Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Treinado desde cedo em projeto apoiado pela Fundação de Esportes de Londrina, Sulivan Almeida firmou acordo com o tradicional Oakland Athletics

Sulivan Almeida tornou-se o mais novo atleta brasileiro de beisebol a assinar um contrato profissional com time da Major League Baseball (MLB), a maior liga no mundo. O acordo foi firmado no dia 15 deste mês, com o Oakland Athletics, um dos mais tradicionais clubes da costa oeste norte-americana.

O talento de Almeida foi descoberto em um projeto social para crianças, desenvolvido pela Associação Cultural e Esportiva de Londrina (ACEL).  A Prefeitura de Londrina é parceira e apoiadora do projeto, por meio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

Atualmente, o atleta é considerado uma das maiores promessas do beisebol latino-americano e seu talento chamou a atenção logo cedo. Tanto é que, desde 2014, ele integra o elenco de jovens atletas que se aperfeiçoam no centro de treinamento da seleção brasileira, em Ibiúna, São Paulo.

Para o diretor-presidente da FEL, Marcelo Oguido, a trajetória de Sulivan Almeida demonstra que a importância de projetos ligados ao esporte é algo indiscutível. “É o que faz a diferença na vida desses jovens, e é o que oportuniza o atleta. Nós temos vários exemplos londrinenses, como este do beisebol e também em outras modalidades, que tiveram esse incentivo do Município, gerando grande impacto em suas vidas. Todo esse processo de base e de incentivo que a Prefeitura proporciona traz oportunidade a esses atletas. É o que realmente faz a diferença na vida e no sonho do atleta, e objetivo da FEL é cada vez mais conseguir atingir esses talentos e levar uma chance a esses meninos”, destacou.

O jogador é apontado como uma das maiores revelações do beisebol brasileiro. Aos 17 anos, tem 1,92 metros de altura, é canhoto e, com apenas esta idade, já arremessa a bola a mais de 150 km/h. “Ele é nosso segundo atleta a ir jogar no exterior. Nosso intuito é desenvolver o esporte dentro da comunidade e da nossa região; isso é imprescindível para nós, valorizando os projetos sociais. Sabemos quanto o esporte é importante para a formação da pessoa, e vemos o beisebol não só pela questão da educação, mas também da disciplina, do respeito aos mais velhos e da organização”, comentou o técnico de beisebol, Fernando Fukuda.

Sulivan Almeida nasceu na cidade de Colorado (120 km de Londrina) e, desde pequeno, sua história é de superação. Quando adolescente, viveu em um bairro da zona sul de Londrina. E foi na escola pública que conheceu o beisebol, aos 8 anos de idade. Desde então, passou a frequentar um projeto social de beisebol para crianças.

Aos 12 anos, Almeida já se destacava em campeonatos nos quatro cantos do país. A facilidade em arremessar bolas rápidas, sempre com o sorriso no rosto, levou o garoto para longe. Ele foi convidado a participar do elenco de jovens talentos, no centro de treinamentos da seleção brasileira, em Ibiúna, São Paulo. Aos 15 anos, perdeu a mãe, vítima de AVC. No beisebol ele reuniu forças para cumprir a promessa que fez, de se tornar um jogador profissional.

A coletiva de apresentação do jovem talento será neste sábado (23), às 10 horas, na sede da ACEL, com a presença do presidente da FEL. Na ocasião, também será anunciada a realização de um campeonato internacional de beisebol em Londrina. O endereço é Estrada Major Acchiles Pimpão Ferreira, 2.300.

Heloisa Correa, sob supervisão do N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios