Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Duas etapas que seriam realizadas passam a integrar o calendário 20/21, que terá nove eventos Open e SuperPraia

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) decidiu na última terça-feira (12.05) pelo encerramento da temporada 2019/2020 do Circuito Brasileiro de vôlei de praia em virtude da pandemia da COVID-19. A decisão foi tomada em conjunto com a Comissão de Atletas de vôlei de praia, representada pelo campeão olímpico e presidente Emanuel Rego, pelo vice-presidente Harley Marques, e pelos membros Oscar Brandão e Josi Alves.

As duas etapas que seriam realizadas pela temporada 19/20 – Rio de Janeiro (RJ) e Itapema (SC) – farão parte do calendário 2020/2021 do Circuito Brasileiro, que terá nove eventos Open e um SuperPraia. No naipe masculino, André Stein e George (ES/PB) já haviam garantido o título por antecipação, na etapa realizada em Aracaju (SE).

No naipe feminino, Ana Patrícia e Rebecca, que lideravam o ranking com grande vantagem, foram declaradas campeãs. A parceria precisava apenas entrar em quadra na etapa que seria realizada no Rio de Janeiro (RJ) para confirmar a conquista, mesmo com derrota.

“Acredito que tivemos a melhor decisão em virtude do momento atual, principalmente tendo em vista o quadro de indefinição pela pandemia da COVID-19. Agora vamos trabalhar na elaboração do calendário 2020/2021, com a ajuda da Comissão de Atletas, aumentando o número de etapas da próxima temporada, com previsão de início em setembro”, disse José Virgílio Pires, Superintendente de vôlei de praia da CBV.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro.

Asimp/CBV

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios