Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Criado no segundo semestre de 2019, o Programa Auxílio Atleta, da Prefeitura de Tamarana, já beneficia esportistas do município. Graças à iniciativa, a corredora Maristela da Silva Pedro Santos, de 39 anos, pôde participar – pelo segundo ano consecutivo – da Corrida Internacional de São Silvestre, em São Paulo (SP), no último mês.

Ela obteve um resultado bastante positivo ao alcançar a 8ª posição na categoria geral da prova, que reúne um contingente de cerca de 35 mil corredores. Além disso, a tamaranense – que faz parte da equipe Os Tucanos, de Rolândia – obteve o 3º lugar na modalidade feminina de 35 a 39 anos. Maristela percorreu o tradicional circuito paulistano em 01 hora, 09 minutos e 12 segundos.

"Apesar da viagem cansativa e de ter enfrentado muitas dores musculares, alcancei um bom resultado", avaliou a competidora, que teve os custos de alimentação, hospedagem, inscrição e locomoção bancados pelo Auxílio Atleta.

O prefeito de Tamarana, Beto Siena, recebeu Maristela da Silva Pedro Santos em seu gabinete e parabenizou-a pela boa colocação na São Silvestre. O diretor municipal de Esportes, Juninho Bittencourt, e o vereador Paulo Cesar da Cruz (PC) também estiveram no encontro.

Há cerca de um ano, Beto havia projetado para a corredora que a administração municipal iria buscar viabilizar um programa de incentivo financeiro aos esportistas de Tamarana. Agora, a intenção se tornou realidade.

Metas para 2020 – A trajetória de Maristela é meteórica. Até 2018, ela pesava mais de 90 quilos e convivia com diferentes problemas de saúde. Assim que começou a correr, a tamaranense ganhou saúde, medalhas e novos objetivos para o futuro.

Para 2020, as metas são competir pela terceira vez na São Silvestre para obter o índice exigido para ingressar no pelotão de elite da prova, disputar sua primeira corrida fora do Brasil, em Berlim, e ainda marcar presença em até 10 circuitos de nível internacional dentro do País.

Auxílio Atleta

O programa foi instituído pela lei municipal 1.360, de agosto de 2019, e atualizado pela lei municipal 1.384, de novembro de 2019.

NCPMT

#JornalUnião

Foto: Reprodução/Marcos Watanabe

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.