Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo,  o Badminton é uma modalidade muito popular nos países asiáticos, o que o coloca também como o segundo esporte mais praticado no mundo.

O esporte que é um misto de tênis e vôlei de praia, é praticado com raquete e peteca, aonde a peteca pode atingir velocidades superiores à 350 km/h.
Apesar da pouca popularidade no Brasil, o esporte vem buscando seu espaço ano a ano, e em Londrina já existem escolinhas da modalidade. E uma delas se encontra no ginásio de esportes do Jardim Bandeirantes.

“O projeto já tem 4 anos no Bandeirantes, e hoje temos uma rotatividade de mais ou menos 40 alunos. O projeto é aberto para toda a comunidade, para jovens e adolescentes de 12 a 18 anos”, explica o responsável pelo projeto Valdenir de Almeida Silva (Valdena).

O aluno Octavio Montani Leite de 17 anos, pratica o Badminton há 3 anos. Aluno do Colégio Estadual Dr. Gabriel Carneiro Martins, ele pretende um dia se tornar profissional do esporte. “Eu conhecia o esporte mas não sabia como era a prática. Depois que comecei a jogar gostei muito do que vi e não quero mais deixar de praticar. Já joguei alguns campeonatos, inclusive cheguei a fase final dos jogos escolares”, conta Octavio. “Eu pretendo me profissionalizar no futuro, hoje eu já tento viver uma vida de atleta, cuidando da saúde e da minha alimentação”, conclui.

Outro aluno do projeto, Kevin Cruz Morelato de 16 anos, também é aluno do Colégio Estadual Dr. Gabriel Carneiro Martins, e representa o colégio em campeonatos.     “Eu via o esporte pela TV mas não tinha interesse, quando joguei a primeira vez não gostei muito mas resolvi dar uma segunda chance. Quando voltei, tive a curiosidade de buscar mais conhecimento. Hoje eu quero me aperfeiçoar para me tornar profissional” explica Kevin.

A acadêmica em Educação Física Ana Carolina Rossi já foi aluna do projeto, e hoje ajuda a ministrar as aulas. “Eu conheci o Badminton na aula de educação física e me apaixonei pelo esporte, e depois que entrei para o projeto não deixei mais”, explica. “Como estou estudando Educação Física, estou me aperfeiçoando cada dia mais, para continuar a ensinar os alunos do projeto”, conclui.

Henrique Reis

Clique nas fotos para ampliar

Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis
Fotos: Henrique Reis

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios