Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Classificatória aberta realizada na Expointer 2021 definiu mais 15 selecionados para a decisão da modalidade da ABCCC

No primeiro final de semana da Expointer 2021 foram definidos os últimos classificados para a grande final do Freio de Ouro, que este ano será realizada em evento único entre 29 de setembro a 3 de outubro. Nesta Classificatória Aberta da modalidade, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), 15 conjuntos, sete machos e oito fêmeas, garantiram vaga para a decisão.

Nas fêmeas, o primeiro lugar da classificatória ficou com a égua Na Lua do Ouriço, da Cabanha do Ouriço, de Carazinho (RS), montada pelo ginete Guto Freire, alcançando média de 19,854. Já nos machos, a vitória foi do cavalo Justiceiro do Mano a Mano, das cabanhas Três Trotes, Trigo Limpo, Águia e da Estrela e Marca Onze, de Teutônia (RS), guiado pelo ginete Cláudio dos Santos Fagundes, com pontuação de 20,376.

Emocionado, o ginete Guto Freire salientou que encerrou mais uma classificatória com vitória, sendo duas seguidas. “Como falei da outra vez, o mais importante aqui é classificar e estar na final. Tenho muito a agradecer a toda equipe do centro de treinamento que me ajuda muito e toda a minha família que está em casa torcendo”, disse Freire, agradecendo também aos proprietários da égua Na Lua do Ouriço por deixá-lo montá-la. “Deu tudo certo, graças a Deus”, finalizou.

O ginete Cláudio dos Santos Fagundes agradeceu aos proprietários do Justiceiro do Mano a Mano por terem confiado no seu trabalho. “Agradeço pela oportunidade de poder colocar este belo cavalo mais uma vez em uma final do Freio de Ouro”, afirmou, salientando a experiência do animal que já está no quarto ano de final do Freio.

O vice-presidente de Exposições Morfológicas e Provas Funcionais da ABCCC, Eduardo Móglia Suñe, observou que a classificatória foi muito competitiva, sobretudo nas fêmeas. “Entrou um número bastante expressivo de éguas. E nos machos também foi bem competitivo”, destacou, ressaltando que os animais classificados têm condições de correrem  muito bem o Freio de Ouro.

Indicados pelo Conselho Deliberativo Técnico (CDT) da ABCCC, dois trios de jurados atuaram na Classificatória ao Freio de Ouro Aberta. Francisco Kessler Fleck, Leonardo Alberton Ardenguy e Thiago Schilling Ávila, foram os responsáveis pela avaliação na categoria fêmeas. Entre os machos, a responsabilidade do julgamento ficou por conta de Gustavo Silveira Rodrigues, Luiz Martins Bastos Neto e Telmo Raimundi Ferreira.

A relação completa dos classificados pode ser conferida no site da ABCCC em www.abccc.com.br, ou pelas mídias sociais da entidade. O ciclo 2021 do Freio de Ouro tem o patrocínio de Facta Financeira, Massey Ferguson, Supra e Vetnil, além do apoio de Correaria Dima, Mopo e Canal do Criador.

Rejane Costa e Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.