Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Diego Faustino (#68), da equipe Honda, é o campeão da temporada 2016 da SuperBike, a categoria de elite do SuperBike Brasil. O piloto paranaense, natural da cidade de Londrina, conquistou seu terceiro título no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, sendo este o segundo consecutivo pela equipe Honda no comando de uma CBR 1000RR. Aos 27 anos, Faustino alcançou o auge da sua carreira nas pistas após vencer uma das temporadas mais disputadas da SuperBike e superar os diversos incidentes ocorridos ao longo do ano.

As previsões no início da temporada não estavam a favor do atual campeão. Seu principal adversário, Danilo Lewis (#17), da equipe Tecfil Racing Team, começou bem o ano e venceu as duas primeiras rodadas disputadas em Interlagos. Já Faustino obteve a vice-liderança na abertura do calendário e, em seguida, minguou apenas uma quinta posição. Porém, nada estava perdido. Na terceira etapa o piloto da equipe Honda partiu com tudo em busca de sua primeira vitória. E quando o lugar mais alto no pódio já parecia garantido, na volta final da corrida, Faustino foi derrubado pelo argentino Marco Solorza (#55), da JC Racing Team, que realizou uma manobra classificada, na melhor das hipóteses, como imprudente. Fim de prova e um banho de água fria nas aspirações do tricampeonato.

Entretanto, ao contrário do que se mostrava, iniciava-se aqui o momento de maior sucesso de Faustino na temporada. O bicampeão da SuperBike venceu as duas etapas seguintes em Interlagos e conseguiu se aproximar de Lewis no classificatório. Findada a primeira metade do campeonato realizada na capital paulista, a decisão do título se encaminharia para outras praças do país. E neste momento seguia para o Paraná, estado de origem do futuro campeão. Porém, já no primeiro confronto, em Curitiba, o resultado não foi nada animador. Faustino sofreu uma queda e encerrou a corrida apenas na nona posição. Em Londrina, na rodada seguinte, o resultado foi outro. O piloto garantiu a vice-liderança da prova e voltou a brigar pelo título.

Mudando de região, o SuperBike Brasil partiu para Goiânia (GO) e deu início a primeira rodada dupla que marcaria a fase final do campeonato. Sem realizar grandes atuações, porém, sempre à frente do principal adversário, Faustino obteve um quarto e um terceiro lugares no Autódromo Internacional Ayrton Senna, respectivamente.

A decisão do título da temporada ficou para a grande final, prova realizada no dia 4 de dezembro no Autódromo de Interlagos. A previsão era de um dia com grandes disputas na pista e pegas de tirar o fôlego. Apenas quatro pontos separavam Danilo Lewis, que vinha na liderança, de Faustino, em segundo. E para apimentar ainda mais essa briga, o adversário da Tecfil garantiu a pole position nos treinos classificatórios. Mas foi Faustino quem comemorou o resultado da primeira bateria. O piloto de Londrina venceu a corrida e tomou, pela primeira vez, a liderança no classificatório geral. Já Lewis ficou com a terceira posição no pódio.

Assim, a definição do campeão da temporada 2016 recaiu para a segunda largada da etapa final do calendário. E ou contrário do que se esperava, a comemoração do título se deu ainda com os pilotos em pista. Danilo Lewis teve problemas mecânicos com sua moto e abandonou a prova logo no início da segunda volta. Fim da disputa. Faustino, que no momento tinha cinco pontos de vantagem para o adversário, já era campeão mesmo sem precisar terminar a corrida. Ainda assim, o piloto faturou mais um pódio com a vice-liderança da prova.

“O que dizer dessa equipe [Honda]? Simplesmente espetacular, tivemos todos os motivos do mundo para entregar os pontos durante o ano, mas demos a volta por cima. Quem acompanhou a temporada 2016 sabe do que estou falando. Não desistimos e hoje [domingo, 4] tivemos a recompensa de todo o trabalho e dedicação. Muito obrigado a toda galera que me acompanha pelas redes sociais e também a galera que comparece nas corridas vocês são f*** e fazem toda a diferença. Enfim, dever cumprido, missão cumprida e 2016 tá pago”, publicou Diego Faustino, o campeão da temporada 2016 da SuperBike.

Confira abaixo a classificação final da categoria SuperBike na temporada 2016:

1º - Diego Faustino (#68), da Honda – 187 pontos

2º - Danilo Lewis (#17), da Tecfil Racing Team – 172 pontos

3º - Wesley Gutierrez (#134), da Kawasaki Racing Team – 142 pontos

4º - Maico Teixeira (#36), da Honda – 126 pontos

5º - José Luiz "Cachorrão" (#51), da Honda – 120 pontos

6º - Diego Pierluigi (#84), da BMW Motorrad Alex Barros Racing – 105 pontos

7º - Marco Solorza (#55), da JC Racing Team– 82 pontos

8º - Sebastiano Zerbo (#81), BMW Motorrad Alex Barros Racing – 63 pontos

9º - Massao Nishimoto (#41), da Dynel's Racing Team – 52 pontos

10º - Marcelo Skaf (#177), da Pitico Race Team – 50 pontos

O SuperBike Brasil tem Patrocínio Silver Honda, Mobil, Pirelli e Yamaha. Patrocínio Bronze Premium de Kawasaki, Ducati e MotoSchool. Patrocínio Bronze de Shark, Diafrag, Alpinestars e Tutto Moto.

Vanessa Giannellini/Asimp

Diego Faustino conquista o título da SuperBike na temporada 2016 - Foto: Paulo Henrique Cruz/VGCOM

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios