Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Equipe londrinense abrange 35 atletas federados e é contemplada pelo Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos

O prefeito Marcelo Belinati recebeu em seu gabinete, n segunda-feira (27), a diretoria do Londrina BMX Clube. O presidente Ed Mike Gasolli Perez, e o diretor técnico, Fábio Politi, entregaram ao prefeito uma camisa oficial personalizada, como agradecimento pelo apoio que o Município tem prestado à equipe. O Londrina BMX Clube é patrocinado pelo Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (FEIPE), da Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

Também participaram do encontro o presidente da FEL, Marcelo Oguido, e o assessor de Esportes e Eventos da FEL, Sandro Henrique dos Santos.

O prefeito destacou que Londrina mais que dobrou os investimentos na área esportiva, desde o início da sua primeira administração, em 2017. “O esporte é saúde e vida, na prática. A pessoa que pratica um esporte tem mais qualidade de vida e menos problemas de saúde, e isso vale para as mais diferentes modalidades. Por isso procuramos levar o esporte a todas as regiões da cidade, promovendo saúde. Também atuamos para que Londrina voltasse a ter um esporte de alto rendimento com visibilidade nacional, e uma dessas modalidades é a BMX”, citou.

A equipe Londrina BMX foi fundada em agosto de 2020, e hoje conta com 35 atletas federados. Oferta ainda uma escola para ensino de ciclismo, com 115 alunos matriculados e 110 ativos, que atende pessoas de todas as faixas etárias, a partir dos 3 anos.

O presidente da FEL, Marcelo Oguido, citou ainda que Londrina é uma das poucas cidades do país a contar com uma pista de supercross com padrão olímpico, e que é o atual Centro de Treinamento de Ciclismo da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). “Os atletas vieram treinar aqui, antes de participarem das Olimpíadas em Tóquio. Fico feliz em participar desse encontro da equipe com o prefeito, e por podermos oferecer suporte para essas entidades, incluindo o BMX. É um pessoal que faz um trabalho excepcional e brilhante, não só esportivo, mas também social. E estaremos sempre juntos, para que esse trabalho continue em Londrina”, lembrou.

Em breve, a cidade deve ter mais uma pista oficial para a prática do BMX, no Jardim Sabará, região oeste.

Segundo o presidente do Londrina BMX, Ed Mike Gasolli Perez, a parceria que o clube possui com a Prefeitura tem contribuído para que os atletas tenham condições não só de participar mas conquistar bons resultados nas competições. “Agradecemos muito ao prefeito Marcelo Belinati, ao Oguido e toda equipe da FEL, que nos orientam e auxiliam bastante. Dentre nossos atletas, temos campão nacional, vice no Pan-americano, e em breve disputaremos o Paranaense e o Brasileiro, com boas chances de qualificação”, disse.

Perez acrescentou que, atualmente, a equipe participa na categoria Racing do bicicross, mas os planos para 2022 são de ampliar as opções. “Queremos entrar em outras disciplinas também, nossa expectativa é ter representantes em todas as áreas a partir do ano que vem. E vamos conseguir, nossa escola está entre as cinco melhores estruturas do Brasil”, completou.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.