Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A equipe juvenil da Unopar, patrocinada pelo FEIPE, foi escolhida como seleção brasileira no Campeonato Mundial e Pan-Americano de GR

A equipe juvenil de Ginástica Rítmica (GR) da Unopar foi selecionada para representar o Brasil no primeiro Campeonato Mundial da categoria, que acontecerá em julho, na Rússia, e no Pan-Americano de Ginástica Rítmica, no México. Integram a equipe juvenil da Unopar as ginastas Emilly Almeida, Flávia Izidoro, Gabriella Castilho, Júlia Kurunczi, Mel Gomes de Oliveira e Rafaela Elias. O grupo, treinado por Juliana Coradine, faz parte da equipe da Associação Desportiva e Recreativa da Unopar, habilitada para patrocínio pelo Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (FEIPE) da Fundação de Esportes de Londrina, em 2019.

A escolha do grupo londrinense ocorreu em uma seletiva da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). A avaliação foi conduzida pelo Comitê Técnico de Ginástica Rítmica da CBG, e contou com a participação da treinadora da Seleção Brasileira de Conjunto, Camila Ferezin, da presidente do Comitê Técnico da CBG, Renata Teixeira, e do diretor de Arbitragem da CBG, Leonardo Palitot. Para a disputa, foram convocados os cinco conjuntos com melhor colocação no Campeonato Brasileiro de 2018.

Com um histórico de sucesso, as meninas, que têm idade de 13 a 14 anos, faturaram o título de campeãs no conjunto de corda e foram vice-campeãs no resultado geral do Campeonato Brasileiro de GR de 2018. Em outubro, foram campeãs sul-americanas como Conjunto, campeãs brasileiras individual por equipe, e receberam a medalha de ouro nos Jogos da Juventude do Paraná e dos Jogos Escolares da Juventude, disputados em Natal.

Além da equipe londrinense, outros dois conjuntos disputaram a vaga na seletiva nacional. Para a treinadora, a conquista é consequência do extenso trabalho que as atletas vivenciam diariamente. “Receber esse resultado foi sensacional. Nós treinamos muito, voltamos antes das férias, com treinos até aos domingos. E quando você recebe um retorno positivo como esse, depois de todo o trabalho que tivemos, é muito gratificante, mostra que todo sacrifício valeu a pena. Ficamos irradiantes, pois teremos os nossos nomes na história da ginástica mundial”, comentou.

As atletas, que são de Londrina, conciliam a agenda de estudos com os treinos, mais as disputas em campeonatos dentro e fora do país. Para Juliana, a dedicação colocada pelas ginastas em tudo o que fazem é um diferencial do grupo. “Durante as férias escolares nós treinamos nos dois períodos, manhã e tarde, aproximadamente 8 horas por dia. E quando as aulas começaram, nós estendíamos o treino até aproximadamente 20 horas. São meninas muito focadas, adolescentes que ficam dentro de um ginásio por oito horas, mesmo podendo fazer outras coisas. E elas fizeram essa escolha, o que faz delas meninas especiais e vitoriosas”, frisou.

Além de terem sido pré-aprovadas pelo edital do FEIPE 2019, a equipe juvenil de GR contou com patrocínio do fundo especial em anos anteriores. A treinadora afirmou que os recursos do Município são fundamentais. “Esse patrocínio é muito importante, já que as meninas têm alimentação todos os dias, material de treino, collant próprio para competição e ajuda de custo nas despesas do treinamento, como sapatilhas, transporte, lanche e outros. Para ser atleta de alto rendimento, é preciso ter investimento, e esse auxílio tem ajudado muitas as meninas a realizar o sonho de serem campeãs”, ressaltou.

O assessor de Esportes e Eventos da FEL, Sandro Henrique dos Santos, lembrou que, além de já terem sido pré-aprovadas pelo edital de 2019 do FEIPE, a equipe de GR da Unopar foi beneficiada com recursos do FEIPE em outros anos. “A Ginástica Rítmica é uma das modalidades que mais trazem resultados para Londrina. Tanto nos Jogos da Juventude como nos Jogos Abertos, elas sempre estão entre as campeãs. É um projeto parceiro nosso há alguns anos, que desenvolve um ótimo trabalho técnico, integra a base da seleção brasileira e conta com altíssima qualidade técnica e organizacional”, disse.

Santos adiantou também que, para este ano, dois grandes eventos da GR irão ocorrer em Londrina. “Iremos sediar dois campeonatos paranaenses de ginástica rítmica, e o Campeonato Brasileiro. Então essa é uma modalidade que conta com total apoio da FEL, tanto pela organização quanto pelo trabalho que eles desenvolvem, que é excepcional”, citou.

Como a seletiva ocorreu após o prazo para inscrição de propostas do FEIPE 2019, os gastos referentes às viagens para a Rússia e México não constavam nos planos de trabalho que foram pré-aprovados pela FEL. Agora, além de desenvolver a parte técnica, o grupo planeja arrecadar fundos e garantir a participação nos dois eventos, para cobrir os custos com passagens, hospedagem, alimentação e outros.

Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios