Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A ginasta Manoella Aparecida disputou pela primeira vez o Campeonato Mundial de Ginástica Aeróbica, que neste ano foi realizado em Guimarães, Portugal, e terminou a competição com o melhor resultado das Américas na categoria individual e top 10 na categoria trio.

"Para representar o Brasil na categoria individual o atleta precisa da classificação pois são duas vagas por país e como sou campeã brasileira uma vaga já era minha. A busca por recursos foi muito grande, insisti o tempo todo com a minha mãe mesmo sabendo das dificuldades que enfrentamos pois são anos de competições. E sem exagero, para o pessoal lá de casa, minha mãe, paidrasto e meus irmãos, o meu sonho é prioridade e eles deixam de fazer muitas coisas para eu competir. Já competi em vários países, conquistei 26 medalhas e isso fez a minha família se apertar ainda mais. A passagem e o valor para custear a alimentação chegou bem próximo ao dia do embarque, mas conseguimos. Fui lá para Portugal e encarei o Campeonato Mundial. Fiz todo esforço possível, treinei muito para chegar até aqui e competir com esta felicidade que está estampada no meu rosto", destaca a garota de 13 anos.

Uma empresa privada de saúde concedeu a passagem para Manoella viajar para a competição. A mãe Danielle conta que foram feitas rifas, bingos e leilões de camiseta de futebol na cidade de Itaguaí, no Rio de Janeiro, onde a família mora, para arcar com as despesas da ginasta em Portugal.

"Desta vez volto sem a medalha, mas me sinto vitoriosa pois esse é o campeonato mais disputado do mundo. Mais do que nunca sei onde quero chegar e cheguei muito perto. Não vou desistir! Foi o meu primeiro Mundial e precisava viver a experiência de representar o meu país no campeonato mais importante do mundo. A preparação para o próximo Mundial começa já e o próximo desafio é o Campeonato Sulamericano que acontece em julho. Ganhei amigos, aprendizado e uma emoção enorme em representar cada brasileiro no campeonato. Este foi o primeiro de muitos", completa Manoella Aparecida.

"Obrigada pelo apoio de todo mundo que ajudou de alguma forma e que torceu por mim e pela seleção. Agradeço muito cada um de vocês e aos meus treinadores Ramiro, Luamar e Paulo! Meu muito obrigado à Health Club & Benefícios e à Unimed Costa Verde por custear minha passagem pois vocês fizeram a diferença. Também ao Ivan Ferreira pelas fotos lindas! A gente sempre ganha quando aprende!", escreveu a jovem ginasta nas redes sociais.

MF Press Global

Foto: MF Press Global

Foto: MF Press Global

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios